//Austrália e Nova Zelândia sediarão a Copa do Mundo de 2023

Austrália e Nova Zelândia sediarão a Copa do Mundo de 2023

Países foram escolhidos em votação realizada pela FIFA nesta quinta-feira (25)

Por: Mariana Santos

A Copa do Mundo de 2023 tem duas novas sedes: Austrália e Nova Zelândia. Após votação realizada pela Federação Internacional de Futebol (FIFA) nesta quinta-feira (25), a candidatura conjunta da Oceania foi escolhida para sediar o próximo mundial. O anúncio foi feito ao vivo no Twitter oficial da competição (@fifawwc) e no canal do YouTube da FIFATV. 

Na votação, as confederações UEFA (Europa) e Conmebol (América do Sul) votaram na candidatura colombiana. Já a Concacaf (Américas Central e do Norte), CAF (África), AFC (Ásia) e OFC (Oceania) escolheram Austrália e Nova Zelândia como sedes. Realizada entre os membros do conselho da FIFA por meio de videoconferência, esta foi a primeira vez que a votação foi aberta e transmitida ao vivo pela entidade.

fifa2
Taça Oficial da Copa do Mundo Feminina – Sede da FIFA – Youtube FIFA

No processo de candidatura, os países escolhidos apresentaram as cidades que sediarão os jogos da competição. Na Austrália, serão Sydney, Melbourne, Brisbane, Perth, Adelaide, Newcastle e Launceston. Na Nova Zelândia, Auckland, Wellington, Christchurch, Hamilton e Dunedin foram escolhidas.

A FIFA divulgou no dia 10 de junho deste ano um documento que classificava os países de acordo com a pontuação estabelecida após visitas realizadas pela entidade. A candidatura conjunta de Austrália/Nova Zelândia despontou como favorita somando 4.1 pontos. Já a Colômbia foi avaliada apenas com 2.8 dos pontos, em uma escala de 0 a 5.

No início do processo foram oito candidaturas apresentadas a FIFA. Argentina, Brasil, Bolívia e Colômbia (América do Sul), Coreia do Norte/Coreia do Sul e Japão (Ásia), África do Sul (África) e Austrália/Nova Zelândia (Oceania). Em 2019, houve a desistência da Bélgica em agosto, da Bolívia em setembro e África do Sul, Argentina e a candidatura conjunta de Coreia do Norte/Coreia do Sul em dezembro. Em 2020, apenas quatro candidaturas ainda estavam na disputa. No dia 8 de junho o Brasil anunciou a saída da disputa e apenas três dias antes da votação foi a vez do Japão  desistir de sediar o torneio. Assim, apenas Colômbia e Austrália/Nova Zelândia chegaram até a fase final para a escolha da sede.

Esta será a 9ª edição do torneio que existe desde 1991. Pela primeira vez, 32 seleções estarão na disputa, igualando a quantidade de países que disputam a competição masculina desde 1998. A Copa de 2023 está prevista para acontecer entre os meses julho e agosto.