//Federação Italiana aprova projeto de profissionalização do futebol feminino

Federação Italiana aprova projeto de profissionalização do futebol feminino

O plano será dirigido para análise do governo italiano

Por: Clara Maria Lino

O Futebol Feminino na Itália vai ser profissional a partir da temporada 2022/2023. A Federazione Italiana Giuoco Calcio (FIGC) elaborou o projeto e apresentou ao Conselho Federal, que aprovou por unanimidade em reunião realizada nesta quinta-feira (25), em Roma.

O objetivo da medida é mudar, de forma gradativa, a condição amadora que ainda existe no futebol feminino italiano. O plano foi considerado a melhor forma de oficializar o status para profissional, com igualdade de dignidade e garantia do período adequado para a preparação do sistema de futebol do país. Agora, o projeto será enviado para análise do governo italiano. Enquanto isso, a FIGC aguarda novos decretos sobre o tema no contexto da discussão de leis de reformas.

“A decisão tomada pelo Conselho Federal é inspirada em um forte senso de responsabilidade, acompanhado por uma certa previsão. Todos escreveremos o projeto juntos para tornar sustentável o caminho traçado hoje, aumentar a competitividade do futebol feminino no topo, mas também inevitavelmente fazer a base crescer ”, declarou Gabriele Gravina (Presidente da FIGC).

Brasileira Andressa Alves defendendo a camisa da Roma – Foto: Arquivo Pessoal | Redes Sociais

Nesta reunião também foram discutidos outros assuntos referentes a FIGC. As datas e formatos da temporada 2020/2021 foram estabelecidas. O Campionato Italiano di Calcio Femminile tem início no dia 22 de agosto de 2020. De acordo com a FIGC, a data foi escolhida para atender às necessidades da seleção nacional que se apresenta em setembro para os jogos classificatórios da Eurocopa. A segunda divisão começa no dia 13 de setembro de 2020. Dois times se classificam para a série A, quatro serão rebaixados para a série C. A Coppa Italia virá com 26 clubes participantes. 

Na temporada 2019/2020 a Juventus conquistou o título da série A faltando seis rodadas para o fim com 44 pontos. A interrupção do campeonato ocorreu devido a pandemia do Novo Coronavírus. Fiorentina e Milan com 35 pontos tinham um jogo a menos. Na reunião foi definido também que a Fiorentina (vice-campeã italiana) se une à Juventus para a próxima Liga dos Campeões. Já o Napoli foi declarado campeão da segunda divisão do campeonato e vai à primeira divisão junto com o San Marino (vice-campeão).

Com apenas três anos de formação, a equipe feminina da Juventus já conquistou três Campeonatos Italianos, uma Copa Itália e uma Supercopa Italiana.