//O mundo é delas!

O mundo é delas!

As norte-americanas venceram a Holanda por 2×0 e se tornaram tetracampeãs do mundo. O grupo liderado por nomes como Megan Rapinoe, Alex Morgan e Carli loyd, reafirmou o favoritismo e mostrou toda a força em campo contra a surpreendente e forte equipe Holandesa.

Com uma postura e campanha inquestionável, os Estados Unidos finalizaram a copa com o melhor ataque da competição, com 26 gols marcados e três gols sofridos. A melhor defesa ficou com a Alemanha, que mesmo caindo nas oitavas de final, sofreu apenas dois gols. O maior destaque da seleção norte-americana é a meia atacante Megan Rapinoe, que conquistou a chuteira e a bola de ouro. Além dela, a meia Rose Ravelle, também foi destaque no time, conquistando a bola de bronze. Já a estrela Alex Morgan, ficou com a chuteira de prata.

Vale lembrar que a Megan Rapinoe tem sido destaque também fora dos gramados. A craque é crítica do governo dos Estados Unidos, e já chegou a dizer que se vencesse a copa não iria à Casa Branca, e incentivaria as colegas a repetirem o boicote. Segundo Megan: “Não devemos colocar nossa imagem à disposição de um governo que não defende os mesmos ideais que os nossos”, afirmou em entrevista coletiva na copa. Em resposta o presidente Donald Trump disse que ela deveria vencer a copa primeiro, para assim ser convidada. Parece que Megan ouviu o recado e respondeu em campo.

USA campeã da Copa do Mundo 2019. Foto: FIFA/ Getty Images

Além dessa, as norte- americanas também conquistaram a copa em 1991 (China), 1999 (USA) e 2015 (Canadá). São rainhas soberanas do Futebol nos EUA, visto que os homens nunca conquistaram o título mundial.

Holanda Vice-campeã

Ainda que sem êxito diante das norte-americanas, a Holanda fez a sua melhor participação da história. É apenas a segunda vez que a equipe europeia participa de uma copa do mundo, e a primeira que chega em uma final. Com uma equipe bem postada defensivamente, as mais recentes campeãs da Europa, apostaram no contra-ataque para construir vitórias e chegar até a decisão da copa. Os destaques da equipe ficam com a Lieke Martens, principal jogadora Holandesa, e a Vivianne Miedema, artilheira da seleção na copa, com 3 gols.

A bonita campanha da Holanda é um grande legado deixado como herança para a próxima geração que disputará as próximas competições.