//Brasileirão A1 – Briga pela liderança e o drama da zona de rebaixamento

Brasileirão A1 – Briga pela liderança e o drama da zona de rebaixamento

Se preparando para iniciar a oitava rodada, o Brasileiro A1 segue com um cenário bem parecido como o de quando começou. Na ponta da tabela a liderança é disputada rodada por rodada. Atualmente as meninas do Santos estão liderando com um ponto à frente do Flamengo. O que pode mudar no próximo sábado, onde as duas equipes se enfrentam pela primeira vez no campeonato. O jogo acontece às 14h no Pacaembu e terá transmissão ao vivo pelo twitter.

Além desse confonto, o Pacaembu recebe na quinta-feira, às 20h30 da noite, a partida entre Corinthians x Iranduba-AM. A equipe paulista está logo atrás do Flamengo, com um ponto a menos. Caso vença as amazonenses, e o time carioca perca diante do santos, o Corinthians assume a vice-liderança. Além de ser dois grandes jogos, a torcida pode chegar junto e acompanhar presencialmente em um dos estados mais tradicionais do Brasil. A semana tá valendo muito à pena pra quem mora na capital paulista.

Outra equipe importante para citar lá em cima, é o estreante Internacional, que desde o início se mantém no G4, perdendo apenas uma disputa até agora, contra o Corinthians. O time chegou forte e soube manter o ritmo.

Já lá embaixo, na zona de rebaixamento, o cenário também não tem mudado tanto. O Sport de Recife, que teve a infelicidade de desmontar um grupo que trabalhava junto há quase quatro anos, está sentindo na pele e amargando a lanterna do campeonato há cinco rodadas. A equipe não venceu nenhum jogo até aqui, e tem a pior defesa do campeonato. Essa tem sido a pior campanha das leoas pernambucanas desde o novo formato do Brasileiro A1. Acima delas está a Ponte Preta, o São Francisco-BA e o Minas Icesp. Os quatro, até então, estão na mira do rebaixamento. Mas ainda tem muito campeonato pra rolar.

Artilharia

E se é pra falar de gol, essas meninas entendem muito mais que eu. Millene do Corinthians, divide a artilharia com a Raíza do Flamengo, ambas com oito gols. Logo depois vem a Najela do Inter, Gabriela também do Corinthians, e Gláucia do Santos, com seis gols. As minas são lisas demais e tá bonito de acompanhar essa briga pela artilharia.