//De olho nas olimpíadas – Seleção Brasileira disputa She Believes Cup diante de campeãs mundiais

De olho nas olimpíadas – Seleção Brasileira disputa She Believes Cup diante de campeãs mundiais

Torneio tem início nesta quinta (18). Brasil, Estados Unidos e Canadá aproveitam a oportunidade para definir os últimos ajustes antes das Olimpíadas de Tóquio.

Por: Isabelle Galvão

A SheBelieves Cup é um torneio de futebol feminino que acontece desde 2016, disputado nos Estados Unidos. A competição conta com quatro seleções: três convidadas e a norte-americana, anfitriã do evento. Geralmente, as seleções convidadas estão entre as 10 melhores no ranking da FIFA.

A sexta edição do torneio contará com algumas novidades, principalmente ligadas às consequências da pandemia causada pela Covid-19. Em julho do ano passado, a Inglaterra, que participou de todas as edições anteriores do torneio, anunciou que ficaria de fora da competição devido às incertezas geradas pela pandemia nos Estados Unidos. No seu lugar, jogará a seleção estreante do Canadá, que ocupa a mesma colocação do Brasil no ranking da FIFA – a oitava.

Até janeiro deste ano, o evento contaria com Estados Unidos, Brasil, Canadá e Japão. Porém, a seleção japonesa, 10ª no ranking da FIFA, anunciou que, devido à situação da COVID-19 no país, não seria a quarta participante. Para preencher seu lugar, foi convidada a seleção da Argentina, a única do torneio que não está classificada para os Jogos Olímpicos de Tóquio, ocupante do 31º lugar do ranking da FIFA.

Assim, a 6ª edição da SheBelieves Cup terá Estados Unidos, Brasil, Canadá e Argentina. A competição acontecerá entre os dias 18 e 24 de fevereiro, em um único local: o Exploria Stadium, em Orlando, na Flórida – outra diferença das edições anteriores, nas quais era usado um estádio por vez. Também pela primeira vez na história do torneio, a edição não contará com um time europeu.

FORMATO

As quatro equipes compõem um único grupo, e se enfrentam no sistema todos contra todos. São dois confrontos por dia, que acontecerão em 18, 21 e 24 de fevereiro. A ganhadora será a equipe que somar o maior número de pontos, sendo que o primeiro critério desempate é o saldo de gols.

EDIÇÕES ANTERIORES

A primeira edição do torneio foi em 2016, no ano das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Participaram Estados Unidos, Inglaterra, França e Alemanha, mesma composição das edições de 2017 e 2018. Já em 2019, participaram Estados Unidos, Inglaterra, Brasil e Japão e, em 2020, a Espanha substituiu o Brasil.

Nos anos pares – 2016, 2018 e 2020 – a seleção norte-americana se sagrou campeã, e vai em busca do quarto título este ano. Em 2017, o troféu ficou com a seleção francesa e, em 2019, com a seleção inglesa.

A edição de 2020 foi a primeira a contar com prêmio de melhor jogadora da competição (MVP – “most valuable player”, na sigla em inglês). A vencedora foi a espanhola Alexia Putellas, atual jogadora do Barcelona.

A participação brasileira em 2019 não foi boa, ficando em último lugar no torneio. O Brasil foi derrotado nas três partidas que disputou: 2×1 para a Inglaterra, 3×1 para o Japão e 1×0 para os Estados Unidos. O cenário para 2021 é diferente e a seleção brasileira vai em ritmo de preparação para os Jogos Olímpicos em busca do primeiro lugar no torneio.

PROTOCOLOS

Para cumprir com todos os protocolos demandados pela pandemia da COVID-19, esta edição será feita na “bolha” de Orlando, assim como estão sendo feitos outros campeonatos nos Estados Unidos. As equipes serão testadas antes de chegar e a cada dois dias. Será disponibilizado um número limitado de ingressos para o público, que deverá usar máscara o tempo todo durante o evento.