CRUZEIRO – As cabulosas no Campeonato Brasileiro

Por: Vitória Soares

A história do Cruzeiro no Futebol Feminino começou com a obrigatoriedade imposta pela CBF e Conmebol, de que todos os clubes que disputam a série A do Brasileiro masculino, tivessem times de futebol feminino. Com isso, o Cruzeiro criou sua equipe profissional na modalidade em 2019. No mesmo ano, a equipe mineira já estava classificada para disputar o Campeonato Brasileiro Feminino A2, por conta da posição que o time masculino ocupava no ranking da CBF.  

Na Série A2, o Cruzeiro conseguiu fazer uma bela campanha de 10 vitórias, um empate e duas derrotas, que além de garantir a equipe na elite nacional de 2020, levou o time até a final do campeonato. As Cabulosas disputaram o título contra o São Paulo, mas acabaram sendo vice-campeãs. 

Cruzeiro comemorando gol em jogo no Brasileiro A1 2020 – Foto: Igor Sales | Cruzeiro

Ainda em 2019, o time mineiro conquistou o título inédito do estadual em cima do América Mineiro. 

Em seu primeiro ano na Série A1 do Brasileirão Feminino, o Cruzeiro não passou da primeira fase, onde ficou em décimo lugar na tabela, somando 23 pontos, com sete vitórias, dois empates e seis derrotas. 

Para 2021, a Raposa confirmou a continuidade de 15 atletas: a goleira Mary Camilo, as zagueiras Thamirys, Mayara, Jajá e Pires, as laterais Eskerdinha, Janaína e Thalita, as meias Duda, Capelinha, Ambrózio e Carol e as atacantes Vanessinha e Mariana Santos. Dessas jogadoras, vale destacar a renovação de Duda, que irá para o seu terceiro ano consecutivo vestindo a camisa do Cruzeiro e é uma das artilheiras do time com 20 gols em 37 partidas. Além disso, a meia-campista é uma das craques da seleção brasileira sub-20, onde sempre vem sendo convocada. 

Apresentação do elenco para 2021 – Foto; Igor Sales | Cruzeiro

E para reforçar o elenco, o time mineiro contratou nove atletas, entre elas duas colombianas e uma americana. Entre os reforços estão a lateral esquerda Rebeca, as meio-campistas Stephanie Zuniga (EUA) e Mayara Vaz, a zagueira Jéssica Romero (COL), a goleira Carol Aquino, as volantes Lucero Robayo (COL) e Carol Shimo e as atacantes Pâmela e Marília.

A estrutura de treinamento e alojamento para as atletas fica localizada no Centro Olímpico da Puc-Minas. Todo o elenco cruzeirense é profissionalizado desde 2019. 

Títulos e campanhas: Campeão do Campeonato Mineiro de 2019; Vice – campeonato mineiro de 2020; Vice – Campeonato Brasileiro Feminino A2 de 2019; 10º lugar no Brasileiro Feminino A1 de 2020. 

APELIDO: As Cabulosas 

FICHA TÉCNICA 

Elenco: 

Goleiras: Carol Aquino; Dafiny; Mary Camilo

Laterais: Janaína; Dayana Lopes (Eskerdinha); Rebeca; Thalita

Zagueiras: Jaini (Jajá); Jéssica Romero; Mariana (Pires); Mayara; Thamirys

Volantes: Camila Ambrozio; Carol Shimo; Isabela (Capelinha); Lucero

Meias – Campistas: Maria Eduarda; Mayara Vaz; Stephanie Zuniga

Atacantes: Carol; Mariana Santos; Marília; Pâmela; Vanessa

Comissão Técnica:

Bárbara Fonseca – Coordenadora do futebol feminino

Marcelo Frigerio – Técnico 

Frederico Constantino – Auxiliar Técnico

Otávio Neves – Preparador Físico 

Camilla Thomé – Fisioterapeuta 

Fábio Fagundes – Preparador de goleiras 

Pandson Gutemberg – Roupeiro 

REDES SOCIAIS:

Site: www.cruzeiro.com.br 

Instagram: @cruzeiro

Twitter: @Cruzeiro

Facebook: Cruzeiro Esporte Clube

Flickr: Cruzeiro Esporte Clube

PRIMEIRO CONFRONTO: contra o Real Brasília, no dia 18 de abril, domingo, às 18h;