A América é delas! Corinthians vence Independiente Santa Fe e conquista tricampeonato da Libertadores Feminina

Na noite deste domingo (21), a cidade de Montevidéu foi palco do tricampeonato do Corinthians na Libertadores Feminina. Vencendo o Independiente Santa Fe por 2×0, as brabas se tornaram a segunda equipe a conquistar o título pela terceira vez. 

Até então, o São José-SP era o único tricampeão. Os gols do título foram marcados por Adriana e Gabi Portilho. Confira como foi a decisão. 

Com a cara do Corinthians!

Mesmo terminando a primeira etapa com vantagem, o Corinthians não teve jogo fácil. Logo nos primeiros minutos, o Santa Fe quase abriu o placar, finalizando de fora da área. A bola beliscou a trave da goleira Kemelli, que ainda precisou fazer a defesa no rebote e, logo depois, Gabi Zanotti chegou para afastar o perigo. 

Na sequência, a equipe colombiana seguiu tentando levar perigo à área corintiana e pressionava desde a saída de bola, mas foram as brabas que inauguraram as redes. 

Aos 10 minutos, Adriana partiu em velocidade pelo meio, tocou para a Vic Albuquerque, que achou a Gabi Portilho na ponta esquerda. A atacante recuou a bola novamente para a Adriana, que chegava sozinha na área, finalizando de cabeça para abrir o placar da final.

Após o gol, o Santa Fe pareceu não sentir tanto o impacto e permaneceu pressionando a equipe corintiana, sem deixar muitos espaços para a criação. Do outro lado, as brasileiras também fechavam os espaços e dificultavam a vida das adversárias. O jogo passou a ser mais equilibrado. 

Só aos 30 minutos que as colombianas chegaram mais perto de igualar o placar. Guarecuco partiu em velocidade, driblando a goleira Kemelli, que estava um pouco adiantada, e chutou de longe, no canto. A bola passou rasteira, quase beijando a trave do lado de fora.

Gabi Portilho comemora gol – Foto: Conmebol

Mesmo com a pressão sofrida, o Corinthians tentava achar o caminho do gol mais uma vez. E foi aos 41 minutos que Tamires conseguiu encaixar bem o passe e deixar a Gabi Portilho em condições de finalizar bem e ampliar o placar. 

E assim terminou o primeiro tempo: Independiente Santa Fe 0 x 2 Corinthians. 

Segundo tempo equilibrado

O Independiente Santa Fe voltou para o segundo tempo com a mesma postura do início do jogo, tentando se impor e chegar com perigo no gol. Logo aos três minutos, teve uma falta perto da entrada da área e chutou direto no canto direito, mas a Kemelli conseguiu defender sem dificuldades. 

Logo depois, aos 6 minutos, Gabi Portilho recebeu e partiu em velocidade pelo canto esquerdo, chutou forte por cima do gol da goleira Tapia, mas já não valia nada. 

A resposta do Santa Fe veio com a Robledo, que de fora da área, recebeu com espaço para chutar forte e ver a bola passar por cima da trave corintiana. 

O jogo seguiu com as duas equipes brigando pela posse de bola e tentando criar alguma jogada mais ofensiva, mas ambas faziam uma boa marcação e deixaram a partida mais acirrada. 

Sem grandes lances em nenhum dos lados, o Corinthians administrou bem o placar e manteve a vantagem até o final, gabaritando o nome mais uma vez na taça da Libertadores Feminina.