Brasil passa sufoco mas vence Zâmbia e se classifica para as quartas de final em segundo lugar no grupo

No sufoco! O Brasil venceu a Zâmbia por 1×0 e garantiu o segundo lugar no Grupo F, se classificando para as quartas de final. Com gol logo no início da Andressa Alves,  as guerreiras brasileiras enfrentaram dificuldades diante das zambianas, mas conseguiram manter a vitória até o fim da partida. 

Primeiro tempo acirrado

O jogo começou agitado desde o início. Em uma cobrança de falta da Andressa Alves o Brasil teve chance de abrir o placar. A bola sobrou na área, mas Rafaelle bateu fraco e facilitou a defesa da goleira da Zâmbia. 

No contragolpe, Barbra Banda recebeu a bola em velocidade, superou a defesa brasileira e bateu forte, forçando Bárbara a fazer uma boa defesa. 

Aos 10 minutos, Ludmilla parte em velocidade e é interceptada pela zagueira da Zâmbia, que comete a falta fora da área e leva cartão vermelho, após revisão da árbitra pelo VAR.

Na cobrança de falta, Andressa Alves bate forte no canto direito da goleira zambiana e marca um golaço, abrindo o placar para o Brasil. 

Imagem
Foto: Sam Robles | CBF

Aos 10 minutos, Bia Zaneratto se chocou de cabeça com a zagueira da Zâmbia, e precisou ser substituída. No lugar, entrou Giovana Queiroz, fazendo sua estreia em Olimpíadas. 


Mesmo com a vantagem brasileira de uma jogadora em campo, a partida seguiu bem pegada, a Zâmbia apostava na velocidade da Barbra Banda para tentar o empate, mas não conseguiu um ataque efetivo. As saídas da goleira Bárbara também ajudaram a bloquear a artilheira africana. 

A Seleção Brasileira continuava tentando furar a defesa da Zâmbia. Nos acréscimos, em falta perto da área, Andressa Alves alçou a bola na área e a Rafaelle cabeceou com perigo, mas a bola passou por cima do travessão. 

Logo depois, ela de novo, Andressa Alves aproveita a sobra da bola na entrada da área e chuta forte, carimbando a trave, no último lance do primeiro tempo. 

Segundo etapa

No segundo tempo o Brasil voltou com duas substituições. Duda e Júlia Bianchi entram no lugar de Marta e Formiga, respectivamente. 

A partida se mantém da mesma forma como começou. Zâmbia tentando chegar no ataque e Brasil com dificuldade de concluir as jogadas. Logo no início, em mais um choque de cabeça, Poliana é atingida, não consegue seguir no jogo e Bruna Benites entra no seu lugar. Na sequência, Ludmilla também é substituída por Geyse.

Com a chegada de Duda, o Brasil evolui nas chegadas no setor ofensivo, mas tem dificuldades em encontrar espaços para concluir. 

Aos 40 minutos, Geyse cabeceia livre dentro da área, mas não consegue ter sucesso e a bola sai na linha de fundo. No finzinho o Brasil ainda sofre sufoco da Zâmbia, mas consegue manter o placar em 1×0 e garantir a vitória.

Classificadas!

Com o resultado, a seleção garantiu a classificação como segundo lugar no grupo e enfrentará o Canadá nas quartas de final. 
Com o encerramento da última rodada da fase de grupos, as classificações e confrontos das quartas de final foram definidos. Para saber mais, acesse a matéria completa no nosso site.