Libertadores feminina: Ferroviária cai nos pênaltis e Independiente Santa Fé se classifica para a final

Na tarde desta segunda-feira (15), Ferroviária e Independiente Santa Fé voltaram a se encontrar na Libertadores, desta vez para decidir a vaga para a grande final da competição. O jogo terminou empatado no tempo normal e, nos pênaltis, o Independiente Santa Fé foi superior e garantiu a vaga na decisão. 

Jogo equilibrado 

As duas equipes começaram o jogo com dificuldade em criar espaços para chegar ao ataque. Aos quatro minutos, a Ferroviária conseguiu chegar com a Sochor, que não conseguiu finalizar bem. 

Logo depois, aos nove minutos, foi a vez da equipe colombiana chegar com velocidade pelo lado direito. Mas a goleira Luciana conseguiu interceptar o cruzamento. 

A Ferroviária seguiu tentando encontrar espaço para construir uma jogada ofensiva. Aos 13 minutos, ela de novo, Sochor abriu espaço de fora da área e chutou forte, forçando a goleira Tapia a fazer uma grande defesa.

O jogo seguiu com as Guerreiras Grenás dominando a posse de bola e buscando o ataque. Enquanto isso, o Independiente recorria a faltas para conter as adversárias. 

Após os primeiros 20 minutos de jogo, o Independiente passou a levar mais perigo à área, chegando com velocidade, mas parando na zaga da Ferroviária. 

Aos 41 minutos, Robledo avançou com velocidade dentro da área e foi derrubada pela Luana, a árbitra marcou pênalti. A própria Robledo cobrou e colocou a equipe colombiana na frente. 

Após o gol, o Independiente cresceu no jogo e, nos acréscimos, quase conseguiu aumentar a vantagem, mas a Luciana fez mais uma grande defesa e evitou o gol. 

Segunda etapa

A Ferroviária voltou para o segundo tempo determinada a empatar o jogo. Logo aos seis minutos, Rafa Mineira arriscou de fora da área, mas a goleira colombiana defendeu. A bola ainda sobrou para a Sochor, que obrigou a goleira a fazer mais uma excelente defesa. 

O Santa Fé também levou perigo ao gol da Ferroviária com a Robledo e a Guarecuco, mas a goleira Luciana estava bem postada para fazer duas grandes defesas. 

O jogo seguiu com as duas equipes buscando espaço. Aos 30 minutos, falta na entrada da área para as Guerreiras Grenás. Rafa mineira se posicionou para bater e mandou um golaço no canto esquerdo, sem chances de defesa para a goleira Tapia. Ferroviária 1×1 Independiente Santa Fé. 

Com o empate, o jogo se encaminhava para a decisão nos pênaltis. A equipe brasileira buscava mais o gol, mas encontrava dificuldades para finalizar. Com a permanência do placar, a partida se encaminhou para as penalidades. 

Penalidades

A equipe colombiana começou as cobranças com a Galton, que bateu alto no canto e converteu. A Luciana até acertou o campo, mas não alcançou a bola.

Rafa Mineira cobrou pela Ferroviária e também marcou.Goleira para um lado, bola para o outro. 

Salazar foi a segunda a cobrar para as colombianas e também marcou. Em seguida, Day empatou as cobranças, convertendo para a Ferroviária.

Mais uma rodada de cobranças, Robledo marcou para o Independiente Santa Fé. Já Monalisa bateu e a bola parou nas mãos da goleira Tapia, deixando as colombianas na frente. 

Em seguida, Selez bateu e marcou, já Raquel desperdiçou mais uma cobrança, gararitando a eliminação da Ferroviária e a classificação do Independiente Santa Fé para a final da Libertadores. 

A equipe colombiana aguarda a equipe vencedora entre Nacional x Corinthians, para conhecer sua adversária na decisão.