Atlético de Madrid vence o Levante e conquista a Supercopa Feminina da Espanha 

Foto: Atlético de Madrid

Pela primeira vez na história a equipe de Madrid levanta a taça da competição

Por Mariana Santos

Levante e Atlético de Madrid se enfrentaram na tarde deste sábado (16), pela final da Supercopa Feminina da Espanha, no Estádio de los Juegos Mediterráneos, em Almería. O Atlético de Madrid venceu por 3 a 0 e garantiu seu primeiro título da Supercopa. Os gols da partida foram marcados por Deyna e Njoya Ajara (2). 

O JOGO

A partida começou com os dois times buscando o campo de ataque. O Atlético avançou o time e chegava com perigo nas jogadas pelas laterais. Enquanto isso, o Levante buscava os espaços deixados pelo  adversário para chegar ao campo de ataque. Aos 6 minutos, Santos teve a primeira chance da partida, que ficou nas mãos da goleira Paraluta. O Levante respondeu na boa jogada de Toletti dentro da área. A equipe do Atlético passou a ter superioridade no ataque e muita movimentação perto da área adversária. Aos 16 minutos, Deyna cruzou pela direita e Tounkara cabeceou para a defesa de Paraluta. Na sequência, Deyna aproveitou o cruzamento e bateu rasteiro para abrir o placar para o Atlético. O time de Madrid seguiu no campo de ataque e ampliou aos 21 minutos. Após boa jogada de Ludmilla pela direita, Njoya Ajara só teve o trabalho de completar para o gol. A equipe do Levante até tentou sair mais para o ataque, mas o Atlético não deu chances. Aos 31 minutos, a jogada do segundo gol praticamente se repetiu e, após nova chegada de Ludmila pela direita, Njoya Ajara recebeu, deu um drible na adversária e bateu para marcar o terceiro do Atlético na partida. A equipe do Levante voltou a assustar no ataque no forte chute de Zornoza, mas Lindahl fez a defesa. O primeiro tempo terminou com vantagem do Atlético no placar. 

Foto: Atlético de Madrid

Na etapa final o jogo voltou com menos intensidade das equipes. O Levante adiantou a equipe para tentar buscar o gol logo no início do segundo tempo, e o Atlético cadenciava o jogo para manter a vantagem conquistada. Diferente do primeiro tempo, a segunda etapa foi de poucas chances para ambas as equipes. O Atlético seguiu buscando o ataque pelo lado direito com Ludmilla, e o Levante optou pelos chutes de fora da área, devido a dificuldade de infiltrar na defesa adversária, mas parou nas boas defesas da goleira Lindahl. Aos 36 minutos, o Levante teve uma chance com Redondo, que bateu para fora. A equipe do Levante seguiu no campo de ataque e deu espaços para o Atlético contra-atacar, mas sem efetividade das equipes, o placar permaneceu 3 a 0 para o Atlético, que conquistou pela primeira vez a Supercopa da Espanha. 

Foto: Atlético de Madrid

TRAJETÓRIA NA SUPERCOPA 

A Supercopa Feminina deste ano foi disputada por Atlético de Madrid, Barcelona, Levante e Logrona. Pelo regulamento da competição, as semifinais foram disputadas entre Levante x Logrona e Atlético de Madrid x Barcelona. No primeiro confronto, o Levante foi melhor, venceu por 3 a 1 de virada e garantiu a vaga na decisão. No clássico, o Atlético de Madrid saiu na frente, mas o Barça buscou o empate nos últimos minutos. A partida seguiu empatada na prorrogação e nos pênaltis o Atlético foi superior e venceu por 3 a 1, chegando a sua primeira final da história.