Atlético-MG, Esmac, Cresspom e Red Bull Bragantino garantem acesso à Série A1 de 2022

Por: Emilia Sosa e Mariana Santos

Neste final de semana foram definidos os quatro semifinalistas do Brasileirão Feminino A2. Além de encurtarem o caminho na busca do título, Atlético-MG, Esmac, Cresspom e Red Bull Bragantino também garantiram o acesso à Série A1 do Brasileirão Feminino de 2022. Confira como foram as partidas de volta das quartas de final e como fica o chaveamento do próximo mata-mata.

Atlético-MG 0x0 América-MG 

No jogo de ida, o Atlético-MG venceu em 3 a 1 o América-MG, então, as Vingadoras podiam perder por um gol de diferença na partida de volta, que ainda assim, garantiam a classificação. O jogo começou equilibrado no Sesc Venda Nova, na tarde do último sábado (17), as duas equipes se dedicaram a buscar o resultado, mas o América investiu mais no poder ofensivo. Devido à toda a disputa, o primeiro tempo foi recheado de faltas para os dois lados.

O segundo tempo continuou acirrado. Apesar de diminuir o ritmo, o América continuou atrás de reverter o placar, enquanto o Atlético se defendia e buscava ampliar a vantagem apostando no contra-ataque. 

Com o empate em 0 a 0 o Atlético garantiu o acesso à série A1 do Brasileirão Feminino de 2022 e a vaga na semifinal. 

Divulgação/ Atlético-MG

ESMAC 2×1 Real Ariquemes

As duas equipes chegaram com o placar igual para a partida deste domingo (18). O placar de 1 a 1 no jogo de ida deixou mais emocionante a disputa entre os representantes da região norte. Aos 10 minutos do primeiro tempo, Ana Beatriz aproveitou a sobra de uma cobrança de escanteio e abriu o placar para o Real Ariquemes. O ESMAC seguiu pressionando atrás do empate, e aos 39 minutos, em uma bela cobrança de escanteio, Anne marcou o primeiro gol do ESMAC e deixou o placar igual novamente.  Ainda pressionando para terminar o primeiro tempo com a vantagem, Cássia aproveitou a saída da goleira e marcou o segundo gol da equipe paraense. 

No segundo tempo, o Real Ariquemes pressionou em busca do empate, e aos seis minutos Tabata sofreu o pênalti na entrada da grande área. Emily cobrou a bola bateu na trave. O Real Ariquemes continuou pressionando, mas não foi o suficiente. 

A partida terminou em 2 a 1 e o ESMAC está classificado para as semifinais e conquistou o acesso à Série A1 do Brasileirão Feminino 2022.

Divulgação / ESMAC

Ceará 0x2 Cresspom

Chegando de um empate sem gols na partida de ida das quartas de final, o jogo de volta começou emocionante. Ainda aos 3 minutos do primeiro tempo, em um chute de fora da área, Isabella abriu o placar para o Cresspom. Apesar do resultado adverso, o Ceará seguiu buscando o empate, assim como o Cresspom, que não diminuiu o ritmo com a vantagem. Com a defesa adversária bem posicionada, o ataque do Cresspom teve dificuldade de se infiltrar dentro da área das Meninas do Vozão. Então, os chutes de fora da área continuaram sendo alternativa para a equipe do Distrito Federal. Aos 27 minutos, mais uma vez, Isabella arriscou do meio de campo e ampliou o placar para as Tigresas do Planalto. O Ceará aumentou o ritmo mas sem efetividade.

O segundo tempo do jogo começou movimentado. Assim como o Cresspom seguiu buscando ampliar o placar, o Ceará não desistiu de criar oportunidades de ataque para alcançar a vantagem da equipe de Brasília. Tanto que, aos 20 minutos, as Meninas do Vozão perderam uma grande oportunidade. Karen estava livre da marcação na trave esquerda, mas a bola saiu para fora. Já aos 36 minutos foi a vez do Cresspom desperdiçar um bom lance. Em um erro da defesa do Ceará, a bola sobrou no pé de Katyelle que estava dentro da área bem de frente para a goleira Ellen, mas o chute acabou saindo para fora.

O jogo terminou em 2 a 0 para o Cresspom que garantiu o acesso à Série A1 e a vaga na semifinal do Brasileirão Feminino A2

Divulgação / Cresspom

Red Bull Bragantino 2 (4)x(2) 0 Athletico

Com vantagem do Athletico pela vitória na ida das quartas de final por 4 a 2, o Red Bull Bragantino começou a partida de volta em busca de reverter o placar construído pelo adversário no primeiro confronto. Logo aos 6 minutos, Raquel aproveitou a sobra de bola na entrada da área e bateu forte para abrir o placar para as meninas do Massa Bruta. O time paulista seguiu melhor durante toda a primeira etapa e aos 36 minutos a defesa athleticana tentou afastar, mas Yngrid pegou de primeira e marcou um golaço para ampliar para o Red Bull Bragantino. 

Na segunda etapa, logo aos 2 minutos, Rosane teve a chance de ampliar para o Massa Bruta em cobrança de pênalti. A camisa 7 foi para a bola e bateu para fora. O Red Bull Bragantino seguiu buscando ampliar e o Athletico explorava o espaço deixado pelo adversário para contra-atacar, mas sem muitas chances. A chegada mais perigosa do time paranaense foi com Kim, que recebeu e bateu forte para o gol, mas a goleira Karol impediu o gol da camisa 9. Sem mais chances para as equipes, o empate por 4 a 4 no placar agregado levou a disputa da vaga para os pênaltis.

Nas penalidades, o Red Bull Bragantino foi melhor e venceu por 4 a 2, garantindo o acesso à Série A1 de 2022 e a vaga na semifinal da Série A2.

Divulgação / Red Bull Bragantino

SEMIFINAIS

Com chaveamento já definido, as semifinais do Brasileirão Feminino A2 de 2021 serão entre Esmac x Red Bull Bragantino e Atlético-MG x Cresspom. Datas e locais das partidas ainda serão definidos pela CBF.