//Napoli/SC conquista o Brasileirão A2 com duas vitórias sobre o Botafogo 

Napoli/SC conquista o Brasileirão A2 com duas vitórias sobre o Botafogo 

Título inédito coroa campanha invicta do time catarinense na competição 

Por Mariana Santos

Botafogo e Napoli/SC se enfrentaram na tarde deste domingo (31), pela partida de volta da final do Campeonato Brasileiro Feminino A2, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O Napoli venceu por 2 a 1, mesmo resultado da partida de ida, e se consagrou campeão do Brasileirão Feminino A2 de 2020. Os gols do jogo foram marcados por Aninha e Soraya (Napoli/SC) e Pepê (Botafogo). 

O JOGO  

A partida começou muito movimentada e na primeira chance, aos 38 segundos de jogo, o Napoli abriu o placar. Após jogada pela direita, Soraya entrou na área e cruzou para trás para Aninha completar para o gol. Depois do gol sofrido, o Botafogo saiu para o jogo em busca do empate e cedeu espaços para o time do Napoli contra-atacar. As catarinenses quase ampliaram no cabeceio de Thays, que passou perto da meta de Rubi, aos 8 minutos. O Botafogo começou a apostar nos lançamentos para chegar ao campo de ataque, facilmente interceptados pela defesa do Napoli. A equipe de Santa Catarina aproveitava a velocidade pelas laterais para assustar as alvinegras, principalmente pelo lado direito do ataque, e dificultava para a marcação adversária. A equipe do Botafogo teve muitas dificuldades na criação e começou a ter mais chances no ataque apenas no final da primeira etapa. O time alvinegro assustou com Driely, que arriscou de fora da área e Dida defendeu, aos 42 minutos. Logo na sequência, em nova chegada alvinegra, Laura recebeu pela esquerda e bateu para o gol, mas Dida novamente fez a defesa. No último minuto da etapa inicial, Pepê aproveitou sobra de bola na área e empatou a partida com belo chute no alto. Sem mais tempo, o primeiro tempo terminou com igualdade no placar. 

Foto: Vitor Silva/BFR

A etapa final voltou com menos intensidade e poucas chances de ataque para as duas equipes. Apenas aos 10 minutos teve a primeira chance de perigo e com pressão do Botafogo. Gaby Louvain recebeu na entrada da área e bateu de primeira para a defesa de Dida. Na sequência, logo após cobrança de escanteio, a bola voltou para Louvain, que driblou a adversária e novamente Dida defendeu. Depois, Vivian aproveitou sobra de bola e colocou por cobertura, mas a bola bateu no travessão e saiu para fora. O Napoli passou a aproveitar a vantagem do empate e recuou a equipe. Com as mudanças na segunda etapa, a equipe não chegou tanto ao ataque, mas reforçou a defesa para dificultar para o Botafogo, que seguiu pressionando. O time avançado do alvinegro cedeu espaços para o Napoli, que não desperdiçou. Aos 37 minutos, após passe em profundidade, Soraya carregou a bola até a pequena área e tocou por cima da goleira Rubi para marcar o segundo do Napoli. O Botafogo até tentou buscar o empate nos últimos minutos, mas Dida fez grandes defesas e confirmou o título do Brasileirão Feminino A2 para o time catarinense.

TRAJETÓRIA NA COMPETIÇÃO 

O Napoli/SC se classificou na primeira fase na primeira colocação do Grupo F, com 100% de aproveitamento. O Botafogo também se classificou com a primeira colocação no Grupo E, mas com 10 pontos, sendo três vitórias, um empate e uma derrota. Na segunda fase, as meninas do Napoli-SC enfrentaram o Real Desportivo-GO e avançaram após um empate na partida de ida por 1 a 1 fora de casa e vitória por 3 a 0 na volta. Já as cariocas eliminaram o Foz Cataratas-PR com vitórias nos dois confrontos, por 1 a 0 na ida e 2 a 1 na volta. Nas quartas de final, valendo a vaga para a Série A1, O Napoli/SC enfrentou o Juventus e garantiu o acesso e a vaga na semifinal com uma vitória no jogo de ida por 4 a 2 fora de casa e empate em 2 a 2 na volta. A equipe do Botafogo despachou o Ceará com vitória nas duas partidas, por 2 a 1 de virada na partida de ida em casa e 1 a 0 na volta, e garantiu o acesso e a vaga nas semis. Na semifinal, a equipe de Caçador/SC eliminou o Real Brasília nos pênaltis por 5 a 4 após empate nas duas partidas. Enquanto isso, as cariocas levaram a melhor sobre o Bahia com empate em 1 a 1 na partida de ida e vitória por 2 a 1 na volta. Na decisão, o Napoli/SC venceu as duas partidas sobre o Botafogo por 2 a 1 e garantiu o título da competição pela primeira vez.