Fim de invencibilidade, goleadas e emoção até o último minuto; confira os destaques da 8ª rodada do Brasileirão Feminino

Fut das minas brasileirão feminino
Rebeca Reis/CBF

Encerrada mais uma rodada do Brasileirão Feminino nesta segunda-feira (02). A primeira fase da maior competição de futebol feminino do país, entrou na sua segunda metade. A 8ª rodada teve goleada, fim de invencibilidade e emoção até o último minuto. Confira abaixo como foram as oito partidas.

Grêmio 5×1 Cresspom

O Grêmio que não teve um bom início de campeonato, conquistou uma vitória maiúscula de 5 a 1 neste final de semana. No sábado (30), como uma das partidas que abriu a rodada, as Gurias Gremistas receberam o Cresspom, em Eldorado do Sul-RS.

O Tricolor iniciou a partida pressionando as visitantes com uma finalização aos dois minutos de partida. O Cresspom revidou com o primeiro ataque logo aos seis minutos. Apesar das chegadas com mais intensidade, na maior parte do primeiro tempo as equipes se estudaram bastante e o primeiro gol saiu somente aos 27 minutos, com Jéssica Soares que recebeu um passe de Pri Back pela direita.

O Tricolor seguiu em busca da vantagem e antes do árbitro apitar, Luany garantiu o segundo gol do Grêmio na partida.

No segundo tempo, Luany já ampliou o placar no segundo minuto de partida, se aproveitando de um rebote do chute de Karla que bateu no travessão. Depois disso, o jogo continuou intenso com o Grêmio avançando e o Cresspom tentando um poder de reação.

Tanto as donas da casa quanto a equipe do Distrito Federal, realizaram modificações, mas foi o Grêmio que se deu melhor com a entrada de Cássia. Aos 22 minutos da etapa complementar, a camisa 28 recebeu um passe de Pri Back pela direita e balançou as redes com o quarto gol gremista.

As Gurias Gremistas diminuiram o ritmo e o Cresspom aproveitou a oportunidade para diminuir o placar aos 30 minutos. Silvania chutou no canto esquerdo de Lorena que não conseguiu alcançar a bola. Mas, antes do apito final, Cássia balançou as redes mais uma vez para carimbar a goleada tricolor em casa.

Agora, o Tricolor ocupa a nona posição da tabela, com 10 pontos, enquanto o Cresspom acumula cinco pontos na 14ª posição.

Palmeiras 0x1 Internacional

E o topo da tabela pega fogo após essa partida. O Palmeiras conheceu sua primeira derrota no Brasileirão Feminino e ainda encontrou o Internacional do seu lado na liderança da tabela. As Palestrinas receberam as Gurias Coloradas em Canindé, no sábado (30), e perderam de 1 a 0 para as gaúchas.

O jogo começou e seguiu digno de uma disputa de líderes do campeonato. Nos primeiros minutos, o Palmeiras pressionou com o seu ataque de peso composto por Bia Zaneratto, Byanca Brasil e Chú, enquanto as Coloradas buscaram segurar a pressão. Depois disso, o Inter começou a se sentir seguro em avançar as linhas e logo começou a oferecer mais perigo às donas da casa.

Aos 30 minutos, Duda ofereceu maior perigo ao Palmeiras, quando Jully precisou cortar no desespero. Depois disso, o Internacional continuou pressionando, mas o primeiro tempo terminou com o marcador zerado.

A segunda etapa começou movimentada, com o ataque colorado e logo aos sete minutos, Millene Fernandes pressionou a saída de jogo do Palmeiras, desarmou a volante Samia e percebeu Jully adiantada. A camisa 14 deu chute de perna direita, que encobriu a goleira e balançou a rede das Palestrinas. Gol o tento marcado, Milene se tornou a arthilheira colorada na competição.

O jogo seguiu com pressão das donas da casa em busca de segurar a invencibilidade na competição. Apesar disso, Gabi Barbieri em sua primeira partida como profissional, se destacou e impediu que o placar se igualasse, que terminou com a vitória colorada.

Com o resultado, o Internacional igualou os 19 pontos do Palmeiras, mas ocupa a segunda posição devido ao fator de desempate.

Corinthians 2×2 Ferroviária

Com emoção! Essa é a expressão usada pra descrever o clássico entre Corinthians e Ferroviária que terminou com empate de 2 a 2. O confronto abriu a sequência de jogos do domingo (01), quando as Brabas receberam as Guerreiras Grenás, na Fazendinha.

A partida começou de forma equilibrada, mas foram as visitantes que balançaram as redes pela primeira vez.  Logo aos 11 minutos, Ingryd começou o ataque e abriu o jogo para Aline Gomes, que carregou e cruzou na área. A zaga do Corinthians afastou mal e a bola sobrou para Ingryd, que dominou e finalizou direto no gol de Lelê.

Mesmo atrás no placar, as Alvinegras continuraram pressionando em busca do empate, assim como as Guerreiras Grenás que defendiam a vantagem lutavam para ampliar.

Logo no início da segunda etapa, a Ferroviária ameaçou aumentar a vantagem no marcador com a jogada de Laryh para Aline Milene que finalizou para fora. Mas, aos 18 minutos, Gabi Zanotti deixou tudo igual depois de limpar a marcadora pelo meio e chutar para empatar a partida.

O jogo seguiu pegado por todo resto do segundo tempo, mas as emoções ficaram para os minutos finais. Aos 45 minutos, Adriana virou o placar para as donas da casas. A camisa 16 recebeu cruzamento rasteiro de Gabi Portilho e colocou as Brabas na frente pela primeira vez no jogo. Sem desistir de levar um ponto para casa, já nos acréscimos, Aline Milene cabeceou uma bola espalmada de Lelê e finalizou a partida em 2 a 2.

O Corinthians ocupa a terceira posição na tabela de classificação do Brasileirão Feminino, com 18 pontos, enquanto a Ferroviária, com 14 pontos é a quinta colocada.

Rebeca Reis/CBF

Flamengo 5×0 ESMAC

Depois de somar rodadas de maus resultados na competição, o Flamengo voltou a vencer no Brasileirão Feminino enquanto a ESMAC amargou com mais uma derrota. As Meninas da Gávea venceram de goleada de 5 a 0 no Luso Brasileiro, no domingo (01), as visitantes do Pará.

A partida começou com intensidade e esforço rubro-negro em abrir o marcador. Logo aos seis minutos, Leidiane anotou o primeiro gol após receber o passe de Gica pela direita. Depois disso, as Meninas da Gávea continuaram pressionando a ESMAC, até que aos 19 minutos Maria Alves recebeu um passe de Cris e anotou o segundo gol flamenguista. Três minutos depois, Leidiane não perdeu a oportunidade do passe de Maria Alves e anotou o segundo dela na partida.

Na segunda etapa, logo no primeiro minuto, Duda dominou e bateu com a esquerda deixando o dela. Durante toda a etapa complementar, a equipe rubro-negra administrou o placar, mas não deixou de arriscar o quinto gol. Até que aos 45 minutos, Duda Rodrigues balançou as redes pela última vez, sagrando a vitória das Meninas da Gávea.

Com a vitória, o Flamengo somou 12 pontos e assumiu a 7ª posição na tabela de classificação, enquanto a ESMAC se manteve no z4 com quatro pontos acumulados.

Marcelo Cortes / CRF

Real Brasília 2×0 Avaí/Kindermann

Depois de quatro rodadas, foi a vez do Real Brasília reencontrar a vitória. As Leoas do Planalto receberam o Avaí/Kindermann no Defelê e venceram de 2 a 0 a equipe de Caçador.

Logo aos cinco minutos depois do árbitro apitar o início da partida, Maria Dias fez história no Real Brasília marcando o 200º gol do time feminino. O primeiro tempo encerrou com a vantagem das donas da casa.

Na segunda etapa, as equipes tiveram certa dificuldade de desenvolver o jogo, mas, aos 19 minutos, Gabrielly ampliou o placar deixando o Real Brasília com uma certa folga para uma vitória tranquila.

Com 10 pontos, o Real Brasília ocupa a nona posição. Já o Avaí/Kindermann está com oito pontos, na 12ª posição na tabela, a primeira fora da zona de rebaixamento.

Júlio C

São Paulo 2×1 Red Bull Bragantino

A oitava rodada foi de susto para o São Paulo, mas as Soberanas venceram de 2 a 1 o Red Bull Bragantino, em Cotia, no domingo (1). Enquanto a equipe de Bragança Paulista segue na lanterna da tabela de classificação do Brasileirão Feminino, com um ponto conquistado.

Apesar das tentativas de ataque das donas da casa, os primeiros 45 minutos foram fracos para o Tricolor Paulista, tanto que quem abriu o placar foi o Red Bull Bragantino com o gol de Mylena, nos minutos finais da primeira etapa.

No tempo complementar, as Soberanas reagiram e conseguiram quebrar o bloqueio da defesa das visitantes. Até que aos 27 minutos, Rafa Travalão igualou o placar. Sem desistir de virar o resultado, Naná marcou o segundo gol do Tricolor.

Com o resultado, o RB Bragantino segue na lanterna com um ponto e o São Paulo chega à quarta posição na tabela com 17 pontos.

Rebeca Reis/CBF

Cruzeiro 0x1 São José

Foi a vez do São José pontuar pela primeira vez fora de casa no Brasileirão Feminino 2022. A equipe paulista foi à Belo Horizonte enfrentar as Cabulosas, encerrando os jogos de domingo (01) e venceu por 1 a 0 as donas da casa.

Na primeira etapa, as Cabulosas trabalharam em busca do placar, mesmo insistindo no ataque na área do São José, os 45 minutos iniciais terminaram com o placar zerado para os dois lados.

No segundo tempo, o jogo seguiu com intensidade, mas quem marcou o único gol da partida foi Júlia Cipriani em um lance de contra-ataque, aos 25 minutos.

Alessandra Torres/CBF

Atlético-MG X Santos

Encerrando a rodada, foi a vez do Atlético-MG receber o Santos na noite desta segunda-feira (02).

No primeiro tempo, quem começou melhor foram as donas da casa com a marcação alta dificultando a saída de bola das Sereias, porém, sem efetividade no último lance. Enquanto isso, na primeira chegada do Santos na área do Galo, Fernanda abriu o placar para as visitantes.

Na etapa complementar o jogo seguiu equilibrado. O Atlético-MG não desistiu do ataque e foi a equipe que mais finalizou na partida, mas ainda sem transformar as chances em gol. Até que aos 35 minutos, Cuesta achou um espaço na zaga do Santos e finalizou para dentro do gol de Vivi deixando a goleira sem tempo de reagir.

Fazendo jus ao trabalho e dedicação durante a partida, Cotrim converteu o pênalti marcado aos 42 minutos, virando o placar a favor das donas da casa.

Próxima rodada

O Brasileirão Feminino tem uma pausa nesta semana. A próxima rodada é no domingo (15), ainda sem horário definido. Confira abaixo os próximos confrontos.

Santos x São Paulo
Red Bull Bragantino x Palmeiras
Avaí/Kindermann x Flamengo
Internacional x Cruzeiro
Grêmio x Ferroviária
ESMAC x Real Brasília
Cresspom x Corinthians
São José x Atlético-MG

Emilia Sosa
Jornalista, gaúcha que tem uma relação de amor e ódio com o país RS. Gosta de futebol desde sempre e usa seu espacinho no mundo para defender que mulheres joguem, falem e façam o que quiserem dentro da modalidade. Assiste futebol, fala de futebol, escreve sobre futebol e não sabe nem chutar uma bola. Fala igual uma matraca longe de uma câmera, adora conversar e contar histórias.