Palmeiras garante vaga inédita na final do Brasileirão Feminino, após golear o Internacional no jogo de volta das semifinais

Foto: Rebeca Reis e Cristiane Mattos/Staff

Palmeiras e Internacional entraram em campo na manhã deste domingo (05), no Allianz Parque, buscando uma vaga inédita na final do Brasileirão Feminino. Enquanto as Palestrinas chegavam com a vantagem, após vencer o jogo de ida por 1 a 0, as Gurias Coloradas buscavam o feito que fizeram contra o São Paulo, nas quartas de final, em que viraram o placar e garantiram a classificação. 

No entanto, o Palmeiras foi bem por boa parte do jogo, principalmente quando ficou uma jogadora a mais, e goleou o Internacional por 4 a 1, com gols de Chú (2), Maria Alves e Katrine. O único gol colorado foi marcado por Mileninha. 

Primeiro tempo

Precisando do resultado, o Internacional começou o jogo pressionando e tentando buscar o gol que tirasse a vantagem do Palmeiras nas semifinais. Mesmo com as Gurias Coloradas melhores nos primeiros minutos, as Palestrinas foram mais eficientes e na sua primeira finalização já abriram o placar. Aos seis minutos, Júlia Bianchi recebeu na entrada da área e passou para Chú que finalizou marcando seu segundo gol contra o Inter nas semis. 

O Internacional acabou sentindo o gol sofrido e o Alviverde dominou mais as ações do jogo criando mais chances. Aos 32 minutos, a equipe gaúcha se reencontrou e levou perigo em uma cobrança de falta batida por Mari Pires, em que a Jully fez uma boa defesa. Mas o Palmeiras respondeu rápido com Maria Alves, que carregou a bola até a área e acertou um forte chute que teve defesa de Vivi. 

O primeiro tempo terminou mais favorável para o Palmeiras, que além do gol, conseguiu dominar e impor seu estilo de jogo, no entanto o Internacional mostrou que quando se aproxima e pressiona mais a bola, cria mais chances no ataque. 

Segundo tempo

Na volta da segunda etapa, o técnico colorado, Maurício Salgado, promoveu duas mudanças no time, saíram Ximena e Mari Pires e entraram Fabi Simões e Mileninha. As substituições surtiram efeito e o Inter conseguia ficar mais com a bola e ocupar mais o seu campo de ataque. 

E aos 13 minutos, Shashá deu um belo passe para Mileninha, que chegou livre na grande área, não desperdiçou e empatou a partida. Quando o Internacional estava em seu melhor momento do jogo, a zagueira Sorriso foi expulsa, aos 15 minutos, depois de cometer uma falta em cima da Chú, que chegava em condições de marcar um gol. 

Com uma jogadora a menos, o jogo ficou mais complicado para as Gurias Coloradas que viram o Palmeiras voltar a controlar a partida. E não demorou muito para a equipe paulista aproveitar a vantagem numérica e ampliar o placar. Aos 22 minutos, em mais um passe de Julia Bianchi, a goleira colorada deu o rebote e Maria Alves mandou para o fundo das redes. 

Aos 29 minutos, Shashá errou na saída de bola, Maria Alves aproveitou, passou para Chú que chutou forte e marcou o terceiro gol alviverde. Mesmo com uma ótima vantagem, o Palmeiras continuou tentando ampliar o placar, até que aos 36 minutos, Ottilia que tinha acabado de entrar, foi derrubada dentro da área e a arbitragem marcou o pênalti. Katrine bateu e converteu a penalidade, deixando o jogo em 4 a 1. 

Decisão da última vaga 

Agora, o Palmeiras espera o vencedor do duelo da segunda semifinal, que será entre Corinthians e Ferroviária. Os dois times paulistas se enfrentam ainda neste domingo, às 20h, na Arena Barueri. O Alvinegro tem a vantagem com 3 a 1 no agregado.