Vitória na estreia! Brasil goleia China pela primeira rodada dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Sam Robles / CBF

Seleção Brasileira é efetiva no ataque, se impõe fisicamente e conta com boa atuação da defesa

A caminhada do Brasil em busca do ouro olímpico começou oficialmente nesta quarta-feira (21). A Seleção Brasileira enfrentou a China, no Estádio de Miyagi, pela primeira rodada da fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Com gols de Marta (2), Debinha, Andressa Alves e Bia Zaneratto, a Seleção Brasileira venceu a Seleção Chinesa por 5 a 0 e largou na frente do Grupo F pela classificação às quartas de final.

O JOGO 

Os primeiros minutos de jogo demonstraram como seria a estreia para o Brasil. A China marcando alto e a Seleção Brasileira apostando na velocidade para chegar ao campo de ataque. Nos primeiros lances, a China criou dificuldade para a saída de bola do Brasil, que pouco conseguiu jogar. Mas a pressão durou pouco, com jogadas de velocidade com Duda e Bia Zaneratto, a Seleção Brasileira começou a encontrar espaços no ataque. Aos 8 minutos, Bia Zaneratto roubou a bola pelo lado esquerdo e cruzou para Debinha, que cabeceou no travessão, e no rebote, Marta pegou de primeira e abriu o placar para o Brasil.

A Seleção Brasileira conseguiu avançar a equipe e passou a pressionar no ataque. Bia Zaneratto, desta vez pela esquerda, tabelou com Duda e bateu para o gol, a goleira Peng Shimeng defendeu com dificuldade e a bola sobrou para Debinha só completar para o gol e ampliar para o Brasil, aos 21 minutos.

O segundo gol trouxe calma a Seleção, que passou a cadenciar o jogo e esperar a China no campo de defesa. A intensidade baixou e a Seleção Chinesa começou a gostar do jogo. Aos 39 minutos, Bárbara fez uma boa defesa e impediu o gol de Miao, que bateu forte de fora da área, mas sem mais perigos para a meta da goleira da Seleção. Primeira tempo terminou com vantagem do Brasil no placar.

Sam Robles/CBF

No começo da segunda etapa a China voltou com mais imposição no ataque e obrigou Bárbara a fazer boas defesas. Logo nos primeiros minutos a goleira teve que sair da área para impedir a chegada chinesa. Na sequência, Wang SH chutou forte e a bola bateu no travessão, no rebote, Miao chutou para fora. 

Mesmo com dificuldade, o Brasil começou a oferecer perigo na segunda etapa. A melhor chance após a volta do intervalo veio aos 13 minutos, dos pés de Debinha, que dominou dentro da área, bateu forte e a goleira Peng Shimeng defendeu. Na sequência, chegada do Brasil com Andressa, que bateu para fora. 

Na metade da etapa final, a Seleção Brasileira passou a ter mais intensidade e chegar com perigo nos contra-ataques. Aos 20 minutos, Debinha avançou pela esquerda e cruzou na área, Bia dominou e bateu para a defesa da goleira Peng. A resposta da China veio com Zhang Xin, que recebeu sozinha e bateu para mais uma defesa de Bárbara. 

A Seleção voltou a assustar no ataque e em uma jogada pela esquerda, Marta chutou de primeira e sem chances para a goleira Peng, marcou o terceiro gol do Brasil na partida. A Seleção Chinesa até tentou passar pela defesa brasileira, mas parou na boa atuação de Bárbara.

Aos 36 minutos, Andressa Alves começou a jogada na intermediária, avançou com a bola e foi derrubada dentro da área, próxima ao lance, juíza marcou pênalti para o Brasil. A própria Andressa foi para a bola e bateu no canto para ampliar para o Brasil. Novamente no ataque, Debinha chegou com velocidade e cruzou para Bia Zaneratto marcar o quinto e fechar o placar para a Seleção Brasileira na estreia.

Sam Robles / CBF

PRÓXIMA PARTIDA

A Seleção Brasileira enfrenta a Holanda pela segunda rodada da primeira fase no próximo sábado (24), às 8h (horário de Brasília), no Estádio de Miyagi. A partida terá transmissão da Rede Globo, SporTV e BandSports.