Brasil e Espanha ficam no empate em amistoso preparatório para a Copa América

A Seleção Brasileira enfrentou a Seleção Espanhola nesta quinta-feira (07), no Estádio Rico Pérez, na Espanha, pelo primeiro jogo preparatório desta Data FIFA de abril. A Espanha saiu na frente com gol de Alexia Putellas e Geyse empatou para a Seleção Brasileira ainda na primeira etapa. 

O amistoso serviu como fase preparatória para a Copa América de 2022, que acontece em julho na Colômbia, onde o Brasil defenderá mais uma vez o título.

Susto logo no início 

O Brasil iniciou a partida subindo a marcação e pressionando a saída de bola da Espanha que teve dificuldades em sair jogando. Em uma das jogadas de ataque da Espanha, Alexia Putellas cobrou falta forte, a bola desviou na barreira e enganou a goleira Lorena, abrindo o placar para as donas da casa aos 7 minutos. 

A seleção brasileira sentiu o gol e passou a ficar somente na marcação, com dificuldades na criação das jogadas. A Espanha aproveitou os erros do Brasil para seguir no campo ofensivo. Com poucas chegadas ao ataque, a seleção brasileira teve no contra-ataque as principais chances. Aos 23 minutos, Geyse recebeu de Debinha e avançou sozinha, na hora de finalizar, a camisa 18 do Brasil chutou fraco e facilitou para a goleira Paños. 

A Espanha seguiu no campo de ataque e o Brasil seguiu errando o última passe. Em duas chegadas de Geyse no ataque, a atacante tocou mal e a seleção brasileira perdeu a oportunidade de empatar a partida. 

Aos 39 minutos, em uma das poucas jogadas trabalhadas o Brasil no ataque, Ary Borges tocou para Geyse, que girou dentro da pequena área e bateu de bico para empatar a partida. A primeira etapa terminou empatada em 1 a 1. 

Lucas Figueiredo/CBF

Disputa física

A etapa final começou com o Brasil marcando pressão no campo de ataque e tentando ficar mais com a bola. Diferente da primeira etapa, a seleção brasileira voltou tentando propor o jogo e recuar a Espanha. Aos 11 minutos, Tamires cruzou da esquerda e Antônia quase conseguiu completar para o gol.

A técnica Pia Sundhage fez duas mudanças no setor ofensivo: entraram Adriana e Gabi Nunes nos lugares de Duda Santos e Debinha. 

A metade final da segunda etapa seguiu com a Espanha com mais posse de bola, mas com a seleção brasileira subindo a marcação e tentando assustar no ataque. Bia Zaneratto e Ingryd também entraram no Brasil para a saída de Geyse e Angelina. 

O final de jogo foi de disputa no meio campo. Com as equipes mais cansadas, o jogo ficou mais truncado e menos técnico. Mesmo assim, a Espanha conseguiu ficar mais tempo com a bola e chegar com perigo a meta de Lorena, que sempre bem postada, conseguiu impedir o segundo gol espanhol no chute de Esther. 

Na última mudança no Brasil, Gabi Portilho entrou no lugar de Ary Borges. Foi a estreia de Gabi Portilho com a camisa da seleção. 

Sem mais chances para as equipes, a partida terminou empatada em 1 a 1. 

Seleção Espanhola

PRÓXIMO JOGO

A Seleção Brasileira volta a campo na próxima segunda-feira (11), contra a Hungria, para fechar a Data FIFA de abril. A partida acontece às 15h30, com transmissão do SporTV. 

Mariana Santos
Jornalista. Do campo, quadra e areia, encontrei no jornalismo a junção de duas paixões, o esporte e a comunicação. No Fut das Minas, a missão mais importante: escrever sobre o protagonismo das mulheres no futebol e no mundo. Comentarista às vezes. Palpiteira sempre.