Nova liderança e noite de goleadas: veja tudo o que aconteceu na sexta rodada do Brasileirão Feminino

Foto: Divulgação/Guerreiras Grenás

Depois de uma pausa por conta da Data-Fifa o Brasileiro Feminino voltou neste final de semana para a sua sexta rodada. Com bem movimentados, a rodada começou com o Palmeiras vencendo a Ferroviária no duelo pela liderança do campeonato e terminou com duas goleadas. Uma pelo lado do Santos diante do Cresspom, e a outra pelo Cruzeiro que surpreendeu o Flamengo, jogando fora de casa.

Confira abaixo tudo o que aconteceu nos oitos jogos da rodada seis do Brasileirão Feminino.

Ferroviária 1 x 3 Palmeiras

A sexta rodada do Brasileirão começou logo com um duelo decisivo entre Ferroviária e Palmeiras, que valia a liderança do campeonato. Em uma partida bem equilibrada e aberta com os dois times buscando o ataque, o resultado acabou sendo melhor para as Palestrinas, que contaram com a lei da ex (em dobro) e com mais uma tarde inspirada de Bia Zaneratto.

O placar foi aberto na reta final da primeira etapa, aos 35. Em uma jogada de Bia Zaneratto e Duda Santos, Sochor recebeu a bola livre dentro da área e finalizou para o gol. Sete minutos depois, as Guerreiras Grenás quase empataram o jogo. A zagueira palmeirense, Thais, foi tentar tirar uma bola do time de Araraquara e acabou mandando no próprio travessão. A bola bateu nas costas da goleira Jully, mas Agustina conseguiu tirar praticamente em cima da linha, para evitar o gol da Ferroviária.

Sochor marcou duas vezes contra a ex-equipe. Foto: Guilherme Veiga

A segunda etapa continuou no mesmo ritmo da primeira. Logo aos dois minutos, Sochor fez valer de novo a lei da ex. Em uma recuperação de bola de Andressinha, a atacante recebeu o passe e chutou por cobertura para ampliar a vantagem alviverde. Aos sete minutos, a Ferroviária diminuiu. Após cruzamento na área e bate rebate, a bola sobrou para Luana, que aproveitou a falha da goleira Jully. Mas, aos 22, o Palmeiras fechou o placar final, com Bia Zaneratto. A camisa 10 carregou a bola do meio de campo e finalizou para o gol.

Com o resultado, o Palmeiras tirou a invencibilidade da Ferroviária no campeonato e ainda conseguiu quebrar o tabu de nunca ter vencido as Guerreiras Grenás na Fonte Luminosa.

Red Bull Bragantino 1 x 1 São José

Jogando em casa, em Jarinu, o Red Bull Bragantino somou o seu primeiro ponto no Brasileirão. Mas esse ponto saiu com um gostinho amargo, já que a equipe bragantina conseguiu ficar à frente do placar em praticamente todo o jogo.

As Mulheres do Massa Bruta precisavam de um bom resultado, e por isso, desde os primeiros minutos da partida, se lançaram ao ataque. Depois de muita insistência, veio o gol aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio, Ariel ganhou da marcação na área e bateu de esquerda. A goleira Zany espalmou o chute, mas Mylena aproveitou o rebote e mandou para o fundo das redes.

No decorrer do jogo, o Red Bull Bragantino manteve o domínio sob a equipe do São José. Só que aos 24 do segundo tempo, as Meninas da Águia conseguiram arrancar o empate. Em cobrança de escanteio, a jogadora bragantina, Taba, acabou mandando a bola para o próprio gol.

O time da casa continuou pressionando tentando a vitória. A goleira Zany foi expulsa aos 37 minutos por pegar a bola com a mão fora da área, mas o Red Bull Bragantino não aproveitou a superioridade numérica e o duelo terminou empatado em 1 a 1.

Grêmio 1 x 0 Esmac

Já o Grêmio conseguiu fazer o dever de casa e garantiu os seus primeiros três pontos no Brasileirão. Com um placar apertado de 1 a 0, as Gurias Gremistas venceram a Esmac, no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo.

A equipe da técnica Patrícia Gusmão começou o jogo pressionando o time paraense. Mas o gol só veio no finalzinho da primeira etapa. Aos 45, a atacante Caty foi derrubada dentro da área e foi marcado o pênalti. Pri Back bateu e converteu para o Tricolor Gaúcho.

Pri Back comemorando o único gol gremista no jogo. Foto: Morgana Schuh//Grêmio FBPA

A segunda etapa seguiu com a superioridade do Grêmio.O time gaúcho poderia ter ampliado a vantagem, mas esbarrou na falta de efetividade do ataque. A Esmac até tentava trazer algum perigo nos contra ataques, mas não foi suficiente para conseguir o empate.

Corinthians 3 x 0 Real Brasília

Abrindo o domingo, o Corinthians venceu o Real Brasília, jogando na Fazendinha, com uma atuação diferente das primeiras rodadas do Brasileirão. Pressionando a saída de bola do time brasiliense e conseguindo encaixar suas jogadas de ataque em velocidade, as Alvinegras fecharam o placar final do jogo em um intervalo de 16 minutos, do segundo tempo. Na primeira etapa, aos 45, o time corinthiano chegou a marcar com Jaqueline, que aproveitou o rebote de um chute da Adriana, mas a arbitragem deu impedimento no lance.

O Corinthians resolveu o jogo em um intervalo de 16 minutos. Foto: Rodrigo Gazzanel

Na volta do intervalo, aos cinco, o gol da Jaqueline valeu. Gabi Zanotti chutou forte, mas a bola bateu no travessão, Jaque aproveitou o rebote e mandou a bola para o fundo das redes. Aos 11, veio o segundo gol do Corinthians, dessa vez com Zanotti que acertou uma ótima cabeçada, após cobrança de escanteio. Já o terceiro foi de Adriana, aos 19. A atacante foi derrubada na grande área e a árbitra assinalou o pênalti. A própria Adriana bateu e converteu a penalidade. Na reta final da partida, o Real Brasília tentou buscar o gol, criou algumas chances, mas não conseguiu tirar o zero do marcador.

São Paulo 1 x 0 Avaí

No último jogo do domingo, o São Paulo venceu o Avaí/Kindermann por 1 a 0, em Cotia. As Soberanas começaram a partida sendo pressionadas pelas Leoas. Mas, aos 28 da primeira etapa, o Tricolor saiu em vantagem com o gol de Thaís Regina. Em cobrança de falta batida por Micaelly, a zagueira subiu mais que todo mundo e completou para a meta defendida por Maike.

O Avaí ainda tentava empatar o jogo, aproveitando os contra-ataques, mas o São Paulo conseguiu manter o controle da partida e ainda perdeu algumas chances de ampliar o placar.

Atlético-MG 0 X 1 Internacional

No fim da tarde de segunda-feira, Internacional e Atlético-MG fizeram um jogo bem movimentado. Jogando em casa, no estádio Castor Cifuentes, as Vingadoras tiveram mais volume no ataque durante boa parte do jogo. No entanto, quem conseguiu sair em vantagem foram as Gurias Coloradas. Aos 16 do primeiro tempo, Zoio cruzou para a área e Lelê subiu para cabecear. A bola encobriu a goleira Nicole, bateu na trave e depois pegou nas costas da goleira, entrando para o gol.

Ao decorrer do jogo, o Atlético-MG seguiu criando em busca do empate. Mas a equipe mineira errou muito no último passe. O Inter conseguiu segurar a vitória contando principalmente por conta da consistência do seu defensivo.

Flamengo 2 x 4 Cruzeiro

Dando continuidade a parte final da rodada, o Flamengo recebeu no estádio Luso Brasileiro, o Cruzeiro. Em um começo avassalador e surpreendente, as Cabulosas marcaram quatro gols nos 45 minutos iniciais do jogo, com direito a hat-trick da Marília. O primeiro foi logo aos cinco, após uma cobrança de escanteio, a bola foi chutada e a camisa 20 desviou ela no meio caminho, enganando a goleira flamenguista. O segundo veio aos 16. Em cruzamento de Mariana Santos, Marília chutou quase como um voleio e acertou a bola no ângulo. O terceiro foi novamente de uma jogada entre a dupla Mariana Santos e Marília, aos 25 minutos. Dessa vez, a camisa 25 saiu em velocidade e deu um passe para a companheira de time que só completou para o gol. O último gol foi marcado aos 42, por Vanessinha de pênalti.

O Cruzeiro conquistou sua primeira vitória no campeonato. Foto: Divulgação/Brasileirão Feminino

Na segunda etapa, o Cruzeiro sentiu o desgaste físico, fazendo com que o ritmo do time caísse. Até que aos 36, o Flamengo diminuiu com Duda, que recebeu um passe de Monalisa da grande área. A equipe Rubro-Negra ainda fez o seu segundo gol no jogo, aos 43. Andressa arriscou de longe e a goleira Ruby acabou falhando.

Santos 6 x 0 Cresspom

Outro time que fechou a noite de segunda-feira com goleada foi o Santos. Jogando em casa, na Vila Belmiro, as Sereias da Vila não deram chance para a equipe de Cresspom. O primeiro tempo terminou 3 a 0 para a equipe santista. Aos 23, Ana Carla arriscou de fora da área e marcou um golaço. Cinco minutos depois, foi a vez de Cristiane marcar. A atacante recebeu um ótimo passe de Brena e finalizou para o gol. O terceiro ficou por conta de Fernanda, aos 42.

As Sereias da Vila aplicaram a maior goleada da rodada, 7×0 contra o Cresspom. Foto: Divulgação/Brasileirão Feminino.

Na segunda etapa, o Santos manteve a mesma intensidade e ampliou ainda mais o placar. Aos oito, Cristiane deixou mais um, dessa vez de cabeça. Depois, aos 12, Ana Carla também marcou o segundo gol na partida e o quinto das Sereias da Vila. Aos 23, Júlia bateu de primeira após um cruzamento e fez o sexto gol da partida. No final do jogo, as Sereias da Vila chegaram a marcar o sétimo gol com Erikinha, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Vitória Soares
Paulista em terras paraibanas, jornalista em formação e apaixonada por esportes desde pequena. Tinha o sonho de ser nadadora profissional, mas como não deu certo, encontrei no jornalismo uma chance de continuar a viver o esporte de perto. Seja no trabalho, na faculdade, em casa, com amigos, estou sempre falando, assistindo ou pensando sobre futebol, e também um pouquinho sobre F1. Além disso, gosto muito de sair para comer ou beber, ir ao cinema. E também de ficar em casa, assistindo a alguma série, lendo ou só curtindo minhas playlists favoritas.