Brasileiro Feminino: Palmeiras volta a liderança, classificados e rebaixados começam a se definir; veja os destaques da 13ª rodada 

Fabio Menotti/Palmeiras

Há duas rodadas do fim da primeira fase, o Campeonato Brasileiro Feminino já tem times classificados e rebaixados praticamente definidos. Já o Palmeiras goleou e contou com um tropeço do Internacional para retomar a liderança. 

Quer saber os destaques da rodada? Então segue no nosso resumão. 

São Paulo x Ferroviária

A rodada começou com a disputa entre as Soberanas e as Guerreiras Grenás, que se enfrentaram na manhã do último sábado (18), em Cotia. 

Logo no início da partida, o São Paulo já ameaçou abrir o placar com a Cacau, que recebeu um passe açucarado de Fê Palermo, mas não conseguiu pegar bem na bola. 

Aos 17 minutos, foi a vez da Ferroviária criar sua primeira chance em uma cobrança de falta da Fany, que mandou no canto, mas a goleira tricolor defendeu com facilidade. Mas o São Paulo não se retraiu, e logo depois, aos 23 minutos, a bola chegou em Maressa que finalizou bem no canto, mas não o suficiente para balançar as redes. 

As duas equipes tentavam buscar o gol, mas encontravam dificuldades para infiltrar a defesa. O São Paulo tentou de novo aos 41 minutos, mas a bola ficou na mão da goleira Luciana, mantendo o placar sem gols na primeira etapa. 

Na volta para o segundo tempo, mais uma vez o São Paulo começou assustando a Ferroviária. Logo aos 5 minutos, Thaís Regina chutou forte de fora da área e obrigou a goleira Luciana a fazer uma grande defesa. 

Depois disso, as Soberanas engataram a marcha e cresceram no jogo, criando uma sequência de ataques que foram bloqueados pela goleira grená. Somente aos 28 minutos, veio o primeiro e único gol da partida. Micaelly lançou a bola certeira pra Shashá, que recebeu dentro da área e não desperdiçou, marcando o primeiro gol na equipe tricolor.

Após o gol, tanto o São Paulo quanto Ferroviária tentaram chegar na área adversária, mas não tiveram sucesso e a partida terminou em 1×0 para as donas da casa. Com a vitória, o São Paulo chegou à terceira posição na tabela e a Ferroviária caiu para o nono lugar. 

Corinthians x Internacional 

No Parque São Jorge, o Corinthians recebeu o Internacional às 14h em uma disputa direta para chegar ao topo da tabela. O jogo foi bem acirrado com direito até a “lei da ex”.

Quem começou ameaçando foram as Gurias Coloradas, que logo aos 7 minutos, em cruzamento na área, Lelê cabeceou e a bola passou muito perto do gol corintiano. 

Logo em seguida foi a vez da Jheniffer também receber a bola aérea e cabecear com perigo, mas a goleira defendeu.

As duas equipes foram criando chances e parando na mão das goleiras. O Corinthians até esboçou uma pressão no ataque, mas o Internacional se conteve e reagiu. Aos 33 minutos, Fabi Simões quase marcou, finalizando no ângulo, mas a goleira Paty se esticou para fazer uma grande defesa.

E se tem ex atleta no time adversário, a lei da ex pode ser fatal. Aos 40 minutos, a defesa corintiana cometeu falta dentro da área, pênalti para o Internacional. A atacante Millene, que já foi artilheira pelo Corinthians, bateu firme e abriu o placar para as visitantes. 

E nem deu tempo das coloradas comemorarem. No minuto seguinte, Jheniffer subiu mais alto no cruzamento e mandou a bola para o fundo das redes, empatando o jogo para as Brabas do Timão.

No segundo tempo as duas equipes criaram chance e o Internacional até chegou a converter mais um gol, mas a arbitragem anulou, sinalizando saída de bola antes do cruzamento. Assim, o jogo ficou no empate e os dois times deixaram a porta aberta para o Palmeiras assumir a ponta da tabela. 

Com o resultado, o Internacional caiu para vice-liderança do Brasileiro Feminino e o Corinthians desceu para a quarta posição.

Novidade Corinthiana!

E na tarde desta segunda (20) o Corinthians anunciou uma novidade já esperada. A contratação da meia Luana Bertolucci, ex- PSG, que chegou para reforçar o setor de criação do Corinthians. 

Luana se apresentará oficialmente ao clube no dia 1º de Julho e ficará disponível para defender o alvinegro nas competições. 

Grêmio x Avaí Kindermann

No sul do país, Grêmio e Avaí-Kindermann se enfrentaram no Hélio Dourado às 15h do sábado. A equipe de Caçador-SC entrou com uma novidade na camisa. As iniciais SK, que fazem alusão ao fundador do clube, Salézio Kindermann, estavam estampadas na manga das atletas. Baita homenagem!

E parece que deu sorte. Logo aos 10 minutos do início do jogo, Celsa avançou e abriu o placar para a equipe catarinense. 

Mas parece que as Gurias Gremistas não sentiram o gol e seguiram firmes no ataque, tentando criar chances de gol. Aos 19 e aos 22 minutos, Luany teve dupla chance de empatar o jogo, mas a goleira do Avaí estava no lance e defendeu.

Foi só aos 31 minutos que o gol de empate veio, saindo dos pés da Karla Alves, que em uma cobrança de falta perfeita, mandou lá onde a coruja dorme, sem chances para a goleira do Avaí Kindermann. 

Na segunda etapa, o Grêmio voltou assim como na primeira, com mais volume de jogo ofensivo. E logo aos 14 minutos, em cruzamento na área, a zagueira Roqueline tentou afastar mas deu azar e mandou para dentro do próprio gol, marcando a virada das donas da casa. 

O jogo seguiu sem muitas grandes chances para os dois lados e contou também com a boa performance da goleira tricolor para manter o placar e a vantagem do Grêmio. Com a vitória por 2×1, o Grêmio se manteve na 11ª posição da tabela do Brasileiro Feminino e o Avaí-Kindermann ficou logo acima, na décima posição.

Nas redes sociais, a equipe de Caçador comemorou antecipadamente o resultado que mantém o time na primeira divisão. 

Santos x RB Bragantino 

Quem abriu os jogos do domingo foi Santos e Red Bull Bragantino, que se enfrentaram na Vila Belmiro às 15h. E apesar da equipe de Bragança já está matematicamente rebaixada, não ofereceu jogo fácil para as donas da casa.

O jogo na Vila terminou empatado em 1×1 com gols da Gi Fernandes (Santos) e Mylena (Red Bull Bragantino), mas o destaque da partida veio na tarde desta segunda (20). O Presidente do Santos, Andrés Ruedas, denunciou oficialmente que um dos funcionários do clube teria tentado subornar uma das atletas da equipe do RB Bragantino, com o objetivo de sair em vantagem em sites de apostas.

A equipe do Santos informou também que o funcionário em si foi demitido do clube. Já o Red Bull Bragantino, em nota, confirmou o fato e informou que a atleta abordada, assim que acionada pelo funcionário do Santos, negou a participação na fraude e informou à diretoria do Clube.

A denúncia é grave e espera-se que sejam apuradas e tomadas as devidas providências para que algo assim não volte a acontecer e acabe prejudicando o futebol.

Com o empate no jogo, o Santos permaneceu em sexto lugar e o Red Bull Bragantino se manteve na lanterna da competição.

Esmac-PA x Cruzeiro

No Pará, a Esmac recebeu o Cruzeiro para tentar crescer na tabela e se afastar do rebaixamento. E funcionou!

As donas da casa começaram atrás no placar, porque as cabulosas marcaram logo aos três minutos do primeiro tempo, quando Korina, subiu mais alto e aproveitou o cruzamento da equipe de Minas, abrindo o placar.

O gol fortaleceu as visitantes que passaram a investir mais no ataque e dar trabalho pra defesa das paraenses. O Cruzeiro chegou a criar várias chances perigosas, mas não conseguiu converter.

E como quem não faz, leva. Aos 44 minutos, um pênalti foi marcado para as donas da casa. Luciene Baião bateu bem e deixou tudo igual.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou a trazer mais volume no ataque e criar boas chances, que terminaram ou na mão da goleira ou foram para fora. Foi somente aos 36 minutos da segunda etapa que saiu mais um gol, e foi da Esmac.

A zagueira Lora Capanema aproveitou bem o toque e mandou pra dentro das redes, ampliando o placar e garantindo a vitória das donas da casa por 2×1. O resultado deu um respiro para a equipe do Pará no Brasileiro Feminino, que precisa vencer os dois próximos jogos e contar com outros resultados para se livrar do rebaixamento.

Cresspom-DF x Palmeiras

A partida entre Cresspom e Palmeiras, mesmo fora da casa das Palestrinas, não intimidou a equipe, que foi pra cima e garantiu uma goleada por 7×1 em cima das candangas.

Os gols do Palmeiras foram marcados por Bruna, Carol Baiana (2x), Chu e um Hat-trick da Bia Zaneratto. Já o Cresspom fez o gol da redenção com a Kathleen.

E como ficaria longo demais narrar tantos gols, confira abaixo os melhores momentos do jogo.

O resultado colocou as Palestrinas mais uma vez na liderança do Brasileiro Feminino. Já o Cresspom está na vice lanterna da competição.

Real Brasília x São José

Sem sair de Brasília, chegamos a mais uma disputa da rodada com o Real Brasília enfrentando o São José em Defelê-DF.

E quem garantiu a vitória para as brasilienses foi a Gaby Soares, marcando logo um golaço na metade da primeira etapa do jogo.

O São José tentou buscar o empate mas não conseguia chegar com muito perigo ao ataque. A vitória foi bem importante para as Brasilienses, que subiram para a quinta posição. Já o São José, é o primeiro na zona de rebaixamento e precisa correr atrás dos resultados para se manter na elite.

Atlético-MG x Flamengo

No último duelo da rodada, as Vingadoras receberam as rubro-negras no Independência, às 20h desta segunda (20). Com a presença massiva da torcida, com direito a recorde de público do futebol feminino no estádio, com 3.431 torcedores, o Galo tinha tudo pra ir pra cima e garantir o placar.

Mas logo no início, a Maria Alves abriu o placar para o Flamengo e esfriou um pouco a festa da arquibancada.

Mas, as Vingadoras não se intimidaram e foram pra cima, criando fortes chances do empate no primeiro tempo. A melhor chance foi aos 20 minutos, quando a defesa rubro-negra salvou a bola quase em cima da linha.

Já no segundo tempo, as duas equipes buscaram o gol, inclusive as donas da casa, que tiveram mais chances no ataque, mas sem sucesso. O Flamengo garantiu a vitória por 1×0 e subiu na classificação. Já o Atlético-MG desceu duas posições e precisa correr atrás pra buscar novamente a zona de classificação.

Mesmo com a derrota, a equipe do Atlético-MG saiu aplaudida do estádio.

Classificados e rebaixados

Perto do fim da primeira fase a briga é grande na parte de cima e debaixo da tabela. Palmeiras, São Paulo, Internacional e Corinthians já estão matematicamente classificados para a fase seguinte do Brasileiro Feminino. Enquanto Santos, Atlético-MG, Flamengo, Ferroviária, Avaí/ Kindermann e Grêmio disputarão entre si as últimas quatro vagas do G8. Todos ainda têm chances de se firmar na próxima fase e, para isso, dependem dos próximos resultados.

Já na zona de rebaixamento, Red Bull Bragantino e Cresspom já não tem mais chances de se livrar da queda para a segunda divisão. A Esmac tem uma possibilidade mínima de se manter na série A1, mas precisaria vencer e ter uma boa combinação de resultados.

Já o São José tem mais chance de fazer a dança das cadeiras andar e sair do Z4. Também dependerá da vitória nas próximas duas partidas e dos resultados de adversários diretos na briga da tabela.

Pausa para Copa América

Após o fim da rodada, o Brasileiro Feminino fará uma parada para a preparação e realização da Copa América, que acontece entre os dias 8 a 30 de julho, na Colômbia. O Brasileiro Feminino retorna no dia 3 de agosto, para as duas últimas rodadas da primeira fase.

Amanda Porfírio
Jornalista e Profissional de Educação Física. Pernambucana, bairrista por natureza, vivendo a máxima Gonzaguista: “Minha vida é andar por esse país”. Apaixonada por futebol desde que respira. Atualmente vive em São Paulo, e tem como sonho ajudar a conduzir o futebol feminino ao topo. Fora das quatro linhas, gosta de ler, pedalar, explorar a natureza e é obcecada pela ideia de estar sempre criando algo novo.