São Paulo derrota o Palmeiras, Internacional vence e assume a liderança do Brasileirão Feminino; confira como foi a 12ª rodada

João Callegari/Internacional

A 12ª rodada do Brasileirão Feminino começou no sábado (11) com quatro jogos e terminou nesta quarta-feira (15) com o duelo entre Cruzeiro e Santos. Com a vitória sobre o São José e o tropeço do Palmeiras diante do São Paulo, as Gurias Coloradas assumiram a liderança do Brasileirão. Além disso, as oitavas de final começam a se desenhar com os primeiros classificados. Confira todos os detalhes da rodada: 

Flamengo 1×2 Corinthians

O duelo de gigantes entre Flamengo e Corinthians no sábado (11), foi o primeiro confronto da 12ª rodada e aconteceu debaixo de muita chuva na Gávea. Logo aos 40 segundos de jogo, o Corinthians saiu na frente com Adriana, que aproveitou vacilo da defesa rubro-negra e bateu para abrir o placar. 

As donas da casa avançaram ao campo de ataque e aos 14 minutos, Tuane viu a goleira Lelê adiantada e tentou o chute, mas a bola foi por cima da meta corinthiana. Em seguida, Thaisa recebeu na entrada da área e bateu com força, mas Lêle espalmou para escanteio. 

No campo de ataque, as Meninas da Gávea conseguiram o empate aos 35 minutos da primeira etapa. Monalisa tocou para Leidiane, que bateu na saída da goleira Lelê para marcar. 

Na etapa final, o Corinthians saiu para o campo de ataque, mas a pressão feita pelo time rubro-negro dificultou as investidas corinthianas. Com as duas equipes em busca da vitória, quem se deu melhor foram as visitantes. Após cruzamento na área, aos 45 minutos, Grazi aproveitou a sobra de bola e bateu forte para decretar a vitória das Brabas por 2 a 1. 

Com o resultado, o Timão chegou a 27 pontos na terceira colocação e garantiu a classificação antecipada às oitavas de final do Brasileirão. 

Nayra Halm/Staff Images

Visita especial

A jogadora da seleção sueca, Asllani, esteve presente na Gávea para acompanhar o duelo entre Flamengo e Corinthians. A atacante está passando férias no Brasil após o fim da temporada europeia, onde atuou pelo Real Madrid. A atleta se despediu do time espanhol ao fim da temporada. 

Red Bull Bragantino 1×1 Grêmio 

No segundo jogo do sábado, o Red Bull Bragantino recebeu o Grêmio em Janiru ainda em busca da primeira vitória no Brasileirão. O time gaúcho tomou as iniciativas da partida e, após parar na defesa do Massa Bruta, abriu o placar com Caty depois de uma boa jogada de Sinara. Aos 26 minutos do primeiro tempo, Sinara deu uma meia-lua na marcadora e cruzou para Caty, que cabeceou para o fundo do gol. 

O empate das Bragantinas veio ainda na primeira etapa. Aos 37 minutos, Raquel igualou o placar marcando para o time da casa. 

A etapa final foi de poucas chances para as equipes e, com o resultado, o Red Bull Bragantino confirmou o rebaixamento para a Série A2. Com apenas três pontos conquistados em doze rodadas, o time não consegue alcançar mais o Cruzeiro, primeiro time fora do Z4, com 13 pontos.

Divulgação/RB Bragantino

Cadê a transmissão? 

Com problemas técnicos, a transmissão da Eleven Sports da partida entre Red Bull Bragantino e Grêmio começou apenas na metade do primeiro tempo. O atraso na transmissão repercutiu nas redes sociais. 

Internacional 3×1 São José 

As Gurias Coloradas enfrentaram o São José na tarde de sábado (11), no Sesc Campestre, com a missão de assumir a liderança do Brasileirão. Já o São José precisava da vitória para tentar escapar da zona de rebaixamento.

Apesar das realidades diferentes na tabela, o duelo foi muito disputado na primeira etapa. Com um time defensivo, o São José impediu as investidas do Inter no ataque. Aos 30 minutos, Capelinha tentou de longe, mas a bola foi para fora. Aos 41 minutos, na melhor chance das Gurias, Duda surgiu com espaço para cabecear e desviou buscando o canto, mas mandou para fora.

Os gols ficaram para o segundo tempo e o primeiro veio dos pés de Biazinha, que bateu de longe e abriu o placar para as donas da casa logo no primeiro minuto. Aos 14, foi a vez de Letícia Fagundes empatar para o São José. A zagueira aproveitou a bola alçada na área e desviou de cabeça para o gol.

O Inter seguiu buscando a vitória e aos 35 minutos, Duda cobrou escanteio e Priscila cabeceou forte para colocar as Gurias novamente na frente do placar. Sem dar chances para o São José empatar novamente, as donas da casa fecharam o placar com Millene, nos acréscimos, quando a camisa 14 roubou bola no campo de ataque, driblou duas marcadoras e bateu no contrapé de Zany para fechar o placar em 3 a 1. 

Com o resultado e o tropeço do Palmeiras na rodada, as Gurias Coloradas assumiram a liderança do Brasileirão com 29 pontos e garantiram vaga antecipada às oitavas de final da competição. 

João Callegari/Internacional

Surpresa boa!

Ao final da partida, a autora de um dos gols colorados, Priscila, recebeu a notícia que foi convocada pelo técnico da Seleção Feminina Sub-20, Jonas Urias, para o período de preparação da seleção na próxima Data FIFA. A atleta se emocionou e comemorou muito a convocação. 

Ferroviária 0x0 Real Brasília 

No último duelo do sábado (11), as Guerreiras Grenás enfrentaram o Real Brasília na Fonte Luminosa. 

A partida começou com o Real Brasília no campo de ataque e, logo aos sete minutos, após chute de fora de área, Luciana defendeu e no rebote a defesa grená afastou. A resposta das donas da casa veio aos 16 minutos, quando Eudimilla cruzou e Laryh completou para o gol, mas a bola desviou e perdeu a força. 

Aos 40 minutos, mais uma chegada das Guerreiras Grenás com Eudimilla, que fez jogada individual dentro da área e chutou, mas a goleira Dida espalmou para escanteio.

A segunda etapa teve poucas oportunidades para as equipes. Aos 20 minutos, após cobrança de escanteio, Luana desviou de cabeça e a bola passou próxima da trave de Dida. Sem mais chances claras, o duelo terminou empatado em 0 a 0.

Divulgação/Ferroviária

Esmac 0x1 Atlético-MG

No primeiro jogo de domingo (12) pela 12ª rodada, a Esmac recebeu o Atlético-MG, no Baenão, em busca de tentar melhorar a situação na parte debaixo da tabela. Já o time mineiro segue firme na briga pelo G8 da competição. 

Em um duelo de poucas chances, Day aproveitou a oportunidade de contra-ataque aos 21 minutos da primeira etapa, avançou até a entrada da área e arriscou de direita para marcar um golaço e abrir o placar para o time mineiro no Estádio Baenão. 

A segunda etapa seguiu com poucas oportunidades para as equipes e a partida terminou com vitória por 1 a 0 das Vingadoras, que chegaram a 19 pontos, na quinta colocação da tabela de classificação. Enquanto isso, com a derrota, a Esmac permaneceu na zona de rebaixamento com apenas cinco pontos conquistados.  

Fernando Torres/AGIF

Avaí/Kindermann 4×1 Cresspom  

Na tarde fria de domingo (12), em Caçador, o Avaí/Kindermann recebeu o Cresspom para se consolidar na briga por uma vaga nas oitavas de final do Brasileirão. 

O jogo começou disputado, mas sem grandes chances para as equipes. A primeira grande chance veio apenas aos 37 minutos, quando Sandoval foi derrubada na área em jogada de linha de fundo e arbitragem assinalou pênalti para as Leoas. Raquelzinha foi para a cobrança e abriu o placar em Caçador. 

Aos 46 minutos, Sandoval mais uma vez chegou ao campo de ataque e, desta vez, marcou o seu. Em jogada individual, a atacante bateu no canto e ampliou o placar para as donas da casa. 

Na etapa final, o Cresspom voltou melhor e chegou a diminuir o placar com Keké, aos 13 minutos. Mas a reação parou por aí. Roqueline limpou a marcação e de canhota acertou um lindo chute de fora da área. A bola ainda bateu no travessão e morreu dentro do gol para fazer o terceiro do Avaí.

Com a desvantagem no placar, o Cresspom tentou pressionar no final do segundo tempo, mas parou na defesa bem postada das Leoas. Para fechar o placar em 4 a 1 para as Leoas, a zagueira Simeia foi ao ataque e, aos 43 minutos, cabeceou para o fundo das redes após cobrança de escanteio. 

Deiviane Velho/Avaí F.C.

São Paulo 2×1 Palmeiras

O único jogo da segunda-feira (13) foi o clássico paulista que mexeu com a parte de cima da tabela. O Palmeiras visitou o São Paulo para seguir na liderança do campeonato. Já o Tricolor queria a vitória para se consolidar entre os quatro primeiros colocados.  

O duelo começou movimentado e com as donas da casa no campo de ataque. Logo aos 15 minutos da primeira etapa, Cacau recebeu cruzamento de Naná pela direita, se antecipou à marcação e completou de primeira. A goleira Jully chegou a encostar na bola, que foi para o fundo das redes.

As Tricolores tiveram a chance de ampliar com Fê Palermo, que apareceu na área para completar e a bola passou perto da meta de Jully. O Palmeiras respondeu no final do primeiro tempo, com Bia Zaneratto, que ficou com a bola após cobrança de escanteio e tentou marcar, mas mandou para fora.

A segunda etapa começou movimentada e com chances para ambos os lados. No entanto, foram as donas da casa que marcaram mais uma vez, de novo com Cacau. Em contra-ataque do Tricolor, a camisa 13 recebeu pela esquerda e bateu cruzado para ampliar o placar em Cotia. 

Na reta final, aos 41 minutos, o Palmeiras ainda descontou com Sochor, que recebeu cruzamento nas costas da marcação e cabeceou no contrapé da goleira Carla para descontar. 

Com o resultado, o São Paulo chegou a 26 pontos na tabela e encostou nos primeiros colocados. Já para o time alviverde, a derrota custou caro. O time permaneceu com 28 pontos e viu o Internacional, que venceu na rodada, assumir a liderança do campeonato. Mesmo com a derrota, as Palestrinas garantiram vaga nas oitavas de final do Brasileirão. 

Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

Cruzeiro 4×2 Santos 

Para fechar a rodada, o Cruzeiro recebeu o Santos na tarde desta quarta-feira (15), no Sesc Alterosas.

Logo aos seis minutos do primeiro tempo, Gi Oliveira abriu o placar, só que para o Cruzeiro. A camisa 9 santista cabeceou tentando recuar para a goleira Vivi, mas a bola parou dentro do gol. Sem desistir de ampliar o placar e vencer pela primeira vez em casa na competição, aos 23 minutos, Mari Santos cobrou falta na entrada da área e acertou direto no gol de Vivi.

Cinco minutos depois, a arbitragem marcou pênalti para o Santos. Cristiane chamou a responsabilidade, bateu e converteu. A camisa 11 é a artilheira isolada do Brasileirão com 12 gols.

Determinadas em conquistar a vitória, as Cabulosas continuaram buscando o gol. Aos 28 minutos, Mari Pires tocou bonito para Laysla pela esquerda e livre da marcação, a camisa 99 marcou o terceiro gol das donas da casa, que foram para o intervalo vencendo por 3 a 1.

Assim como no primeiro tempo, a segunda etapa voltou animada. Aos 24 minutos, mais uma penalidade na partida, desta vez para o Cruzeiro. Bruninha derrubou Laysla e Mari Pires foi para a cobrança e ampliou para as donas da casa. As Sereias da Vila seguiram atrás da reação e aos 29 minutos, diminuíram com Ketlen. Mas a reação parou por aí.

Sem dar mais chances para o Santos, as Cabulosas seguraram o resultado e venceram por 4 a 2 em casa.

Gustavo Martins/Cruzeiro
Mariana Santos
Jornalista. Do campo, quadra e areia, encontrei no jornalismo a junção de duas paixões, o esporte e a comunicação. No Fut das Minas, a missão mais importante: escrever sobre o protagonismo das mulheres no futebol e no mundo. Comentarista às vezes. Palpiteira sempre.