Quebra de invencibilidade e chuva de gols: os destaques da 1ª rodada das quartas de final do Brasileiro Feminino A1

Foto: Luiza Moraes

A divisão de elite do futebol feminino realizou neste final de semana a primeira rodada das quartas de final do Brasileiro A1. Grêmio, Ferroviária, Corinthians e São Paulo, venceram as partidas, garantindo vantagem para os jogos de volta e uma rodada com muitos gols.

Perdeu algum jogo? Então confere os destaques de cada partida: 

Grêmio x Palmeiras

As gurias gremistas receberam o Palmeiras em casa no último sábado (14) e mostraram quem manda. Partindo para cima, desde o início, o Grêmio abriu o placar aos 22 minutos do primeiro tempo. Jane foi derrubada na área e a artilheira Pri Back, cobrou bonito, sem chances para a goleira Jully.

Não demorou muito para as palestrinas empatarem. Aos 28 minutos, em uma confusão dentro da área, Carol Baiana foi mais feliz e aproveitou cruzamento, mandando para o fundo das redes e deixando tudo igual.

Disputa de bola – Foto: Luiza Moraes/CBF

Mas se enganou quem achava que as gaúchas iriam desanimar após o gol sofrido. A equipe buscava o campo ofensivo a todo momento e Rafa Levis quase ampliou, aos 37 minutos, em uma jogada linda por cobertura. 

E de tanto insistir, aos 42 minutos do primeiro tempo, ela de novo! Rafa Levis cruza fechado, a bola passa por todo mundo e encontra o fundo das redes. Grêmio 2×1 Palmeiras.

No segundo tempo as palestrinas até tentaram empatar a partida em algumas chances, mas não tiveram êxito. O Grêmio saiu com a vitória e derrubou a invencibilidade do Palmeiras, que era a única equipe que ainda não tinha perdido uma partida nesta edição do Brasileirão.

Ferroviária x Santos

Se tem fonte luminosa, tem luz no fim do túnel para as guerreiras grenás. No domingo (15), a Ferroviária recebeu o Santos em casa e também garantiu a vitória no seu mando de campo.

Em uma partida movimentada, se piscasse, podia perder um gol. Quem abriu o placar, logo aos 7 minutos do primeiro tempo, foi a Ketlen, que aproveitou o passe e mandou em cheio para o fundo do gol, sem chances de defesa. 

Ferroviária comemora gol – Foto: Rebeca Reis/CBF

A Ferroviária não esmoreceu. Aos 18 minutos, Rafa Mineira aproveitou o rebote no ataque e empatou a partida. Logo depois, aos 25 minutos, Monalisa ampliou a vantagem para as donas da casa. Ferroviária 2×1 Santos. 

O jogo ficou acirrado e as duas equipes buscavam o gol. Ainda no primeiro tempo, aos 41 minutos, Sole James recebeu cruzamento e não desperdiçou, deixando tudo igual.

Na volta do intervalo, a briga pelo gol ficou ainda mais disputada. Mas, no lado das Guerreiras Grenás, Aline Gomes entrou para fazer a diferença. A jovem atacante mostrou que sabe ser decisiva, aproveitou a chance que teve e marcou o gol da virada da Ferroviária sobre o Santos. 

 Avaí Kindermann x Corinthians

Também no domingo, em Caçador-SC, o Avaí Kindermann recebeu o Corinthians em uma reedição da final do ano passado. E logo aos nove minutos, Lelê aproveitou cruzamento e abriu o placar.

Mas, dessa vez, as donas da casa não tiveram tanta sorte. As brabas do timão não se abalaram com o gol sofrido e partiram para cima. O gol de empate começou nos pés da Yasmin. Em cobrança de falta, a bola bateu na trave e encontrou a Jheniffer que aproveitou o rebote e mandou para dentro. 

Corinthians comemora gol sobre Avaí Kindermann – Foto: Luíza Moraes/CBF

Ainda no primeiro tempo, veio o gol de virada do Corinthians. A Gabi Portilho saiu driblando todo mundo e chutou forte, a Bárbara defendeu mas rendeu rebote para a Tamires, que não deixou passar. Corinthians 2×1 Avaí Kindermann. 

No segundo tempo, Victória Albuquerque marcou e ampliou o placar para o Corinthians. O Avaí ainda teve chance de diminuir com um pênalti, mas a goleira Kemelli brilhou e fez bela defesa. 

Perto do fim de jogo, Gabi Campiollo deixou o dela e marcou o quarto da equipe na partida, finalizando a goleada. Corinthians 4×1 Avaí Kindermann.

Internacional x São Paulo

Na tarde desta segunda (16), na partida que encerrou a primeira rodada das quartas de final, o Internacional recebeu o São Paulo em casa e também não teve um dia feliz.

O jogo até começou um pouco acirrado, mas depois as tricolores paulistas começaram a ganhar mais espaço e buscar o ataque com mais frequência. 

O primeiro tempo terminou no empate sem gols, mas a segunda etapa começou bem agitada. Logo no início, Jaqueline é derrubada na área e sofre um pênalti. Gláucia faz boa cobrança e abre o placar para o São Paulo. 

Gláucia comemora gol com companheiras de equipe – Foto: Luiza Moraes/CBF

O São Paulo insistiu no ataque e quase ampliou em um lançamento da Gláucia para a Yayá, que não alcançou a bola. 

Aos 26 minutos do segundo tempo, em lance polêmico dentro da área, as jogadoras do Inter pedem um pênalti alegando toque de mão do São Paulo, mas a árbitra manda o jogo seguir. 

Aos 37 minutos, é a vez da Duda chegar com tudo na área, driblando e chutando forte, marcando um golaço e ampliando o placar para as tricolores. 

Quase no fim da partida, Djeni encara dividida e se dá bem, chuta forte com o pé esquerdo e marca, diminuindo a vantagem das adversárias. Internacional 1×2 São Paulo. 

Próximos confrontos

Domingo 22/08 – 11h – Morumbi

São Paulo x Internacional

Domingo 22/08 – 18h – Parque São Jorge

Corinthians x Avaí Kindermann

Domingo 22/08 – 20h – Allianz Parque

Palmeiras x Grêmio

Segunda-feira 23/08 – 19h – Vila Belmiro

Santos x Ferroviária